Ouro e Prata e Planalto abrem 43 linhas em 3 estados

Novas linhas de ônibus.

Novas linhas de ônibus.

As empresas de ônibus Planalto e Ouro e Prata firmaram uma parceria para a compra de 60 ônibus. Os novos veículos fazem parte de um investimento de R$ 50 milhões, para abertura de 43 linhas rodoviárias em cidades de Santa Catarina, Paraná e São Paulo. Já faz quatro meses que as empresas se uniram para tirar o projeto do papel. A JMP, holding da viação Planalto afirma que a projeto não passa de uma parceria intermediada entre as duas companhias. “Não é nenhuma fusão ou aquisição, é apenas uma ação conjunta de duas empresas independentes – e pretendem se manter assim – para aproveitar uma oportunidade de mercado”, explicou Pedro Teixeira a um portal de notícias.

O acordo milionário deverá reforçar a frota das empresas rodoviárias com veículos da Mercedes-Benz e da Marcopolo. As novas unidades serão estreadas nas novas linhas de ônibus de longa distância em trechos de três estados, com autorização da ANTT – Agência Nacional de Transportes Terrestres. A expectativa é de que o investimento traga benefícios a profissionais do setor e passageiros. Os ônibus deverão disponibilizar internet wi-fi, com portas USB em todas as poltronas, para viajantes que embarcarem em ônibus do tipo semileito. Também é possível a implantação de um sistema individual de entretenimento, com televisor, som e DVD para cada passageiro.

A ideia é copiar os serviços oferecidos pela melhor classe de avião no Brasil. Com o dinheiro será possível cobrir o custo inicial de operação, melhorar a infraestrutura de veículos já em circulação, e ainda contratar novos funcionários. Quem trabalha em frente ao volante também irá se beneficiar, já que ambas as empresas abriram 140 vagas para motoristas. Segundo a idealizadora do projeto, o momento de crise sofrido pelo setor aéreo tem colaborado com esta iniciativa. O cenário conta com diminuição de demanda aérea, inflação acentuada e aumento no preço do combustível, elevando o preço das passagens de avião, justamente na época em que os brasileiros mais viajam. A ANTT já autorizou a venda de passagens para os novos trechos.