Viação 1001 tem de regularizar embarque de Cabo Frio a Niterói

Museu Niemeyer em Niterói.

Museu Niemeyer em Niterói.

O tempo de espera entre os ônibus rodoviários da viação 1001 que ligam a cidades cariocas de Cabo Frio a Niterói, não deve ultrapassar 60 minutos. Essa é a determinação que o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro obteve por meio de uma liminar. O documento obriga que a auto viação cumpra os embarques da rodoviária Novo Rio, para determinada rota, com intervalos de até uma hora. Ajuizada pela Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva de Defesa do Consumidor e do Contribuinte de Niterói, a medida tem validade para todos os coletivos enquadrados na classe A, ou seja, aqueles que não possuem roleta. Através de um inquérito cívil, o órgão fiscalizador pôde apurar que a companhia 1001 estava intercalando os ônibus com embarques da capital a Niterói, retardando o intervalo das viagens rodoviárias para o trajeto na Região dos Lagos do Rio, a mais de duas horas.

Com a lei em vigor, os ônibus deverão iniciar sua jornada a partir das 06h30, com intervalos de uma hora entre as paradas. A viação 1001 chegou ser autuada pela prática de seção, por utilizar do mesmo veículo que faz o trecho do Rio de Janeiro a Cabo Frio para transportar passageiros em Niterói. Para a ação, a prática é ilegal já que o percurso entre as duas cidades cariocas foi estabelecido por meio de uma linha própria, a qual os intervalos devem ser respeitados.

Para a justiça, a prática de seção ocasiona em atrasos nas viagens, já que os veículos rodoviários não partem de Niterói, como deveriam. A artimanha também torna o trajeto mais longo, porque os passageiros que embarcam pelo terminal do Rio são obrigados a aguardarem o embarque de quem sai de Niterói com destino a Cabo Frio. A companhia rodoviária se apega na justificativa de quem vem disponibilizando diariamente sete horários de ônibus além do que é previsto na liminar. Autuada, a viação 1001 disse que pratica 20 horários diários entre Niterói e Cabo Frio e que irá ajustar os 13 horários oficiais previstos na linha conforme determina a liminar. Os veículos também foram fiscalizados e passaram no teste.