Ônibus do Rio investem em tecnologia para garantir segurança

GPS

GPS

Empresas de transporte rodoviário que circulam nos bairros da capital carioca estão investindo em tecnologia de ponta para tornar as viagens rodoviárias mais seguras. Com a inovação, os veículos deixarão se ser alvo fácil dos bandidos e assim, o índice de assaltos deverá diminuir. Os ônibus estão sendo reforçados com um eficiente sistema de câmeras e monitoramento via GPS. Todos os veículos também terão um cofre inviolável (para guardar pequenas quantias em dinheiro pagas para passagens rodoviárias), já que o sistema de bilhetagem eletrônica é outro recurso utilizado para reduzir o manuseio de dinheiro dentro dos coletivos. As câmeras de última geração instaladas no interior do veículo não deixam nenhum indivíduo impune, gerando imagem de grande definição.

O rastreamento dos veículos por meio do GPS também ajuda reforçar a segurança dos passageiros, durante toda a viagem. Graças à tecnologia, é possível ter acesso a todas as informações sobre a rota percorrida pelos coletivos. Os dados serão monitorados por um operador que deve acionar a polícia assim que o veículo desviar da rota ou apresentar qualquer anomalia no trajeto. A tecnologia no processo de compra das passagens de ônibus é outro ponto favorável na segurança do sistema de transporte público das capitais. No Rio de Janeiro, a maior parte dos veículos que circula pela cidade já aderiu ao bilhete eletrônico, que dispensa o pagamento do bilhete na hora do embarque.

Segundo especialistas em segurança pública, quanto maior for o investimento em tecnologia para diminuir o uso de dinheiro dentro dos ônibus, menor será o índice de furtos e assaltos cometidos dentro dos veículos. Os passageiros de ônibus do Rio de Janeiro recarregam os bilhetes através do sistema RioCard. A boa notícia é que no Rio, a compra das passagens com dinheiro é bem inferior aos embarques com bilhete eletrônico. A tendência é que no futuro, não se aceite mais o dinheiro para viajar de ônibus. Além de seguras, as recargas eletrônicas são mais práticas. O pouco que é pago em dinheiro vai para o cobre que só a central tem acesso. Motoristas também são orientados a viajarem com o mínimo de dinheiro possível, além de transportá-los no cobre, para reduzir a circulação da moeda, e tornar os veículos menos atrativos aos criminosos.

Viação 1001 investe meio milhão para vender passagem no celular

Quero Passagem lançou aplicativo no começo do ano.

Quero Passagem lançou aplicativo no começo do ano.

Além de receber e realizar chamadas, é possível reservar a passagem rodoviária pelo celular. A tecnologia oferecida no formato mobile é um dos últimos investimentos realizados da viação 1001. Considerada a maior companhia de ônibus do Rio de Janeiro, a empresa desembolsou cerca de R$ 500 mil para oferecer o serviço de reserva que já está disponível na internet, para quem não desgruda do celular. Para poder aproveitar a facilidade, é preciso estar conectado na rede, através de um sistema de navegação compatível com a maioria dos smartphones, como o Android e iOS (iPhone) de qualquer operadora do Brasil. Não é necessário baixar nada, basta acessar na URL de seu navegador, o site oficial da viação 1001.

Na página, o usuário é redirecionado automaticamente para outra plataforma, de onde poderá pesquisar o melhor itinerário e escolher sua poltrona, sem ter de ir até o terminal rodoviário do Rio. Assim que completar a compra, o site envia automaticamente um e-mail de confirmação da compra direto na caixa de entrada do cliente, com o código da compra e todas as informações necessárias para ele fazer a retirada do voucher, no guichê da 1001, pelo menos meia hora antes de viajar. A expectativa da empresa rodoviária é aquecer as vendas online e ampliar o número de reservas em até 25%, depois que os usuários se habituarem ao novo recurso.

Para a direção executiva da empresa, a novidade que facilita a compra dos cariocas, deverá atrair mais interessados para o site da companhia. O dinheiro gasto com a implantação do sistema não deve representar mais de 10% do que a auto viação gastará para modernizar sua frota. Atualmente, a viação 1001 conta com 1100 ônibus, e tem planos de comprar mais 218 novas unidades. A aquisição dos veículos custará para o cofre da empresa, cerca de R$ 100 milhões. Só no estado carioca, a 1001 está presente em 72 municípios. É a recordista quando se compara com outras empresas que atuam na região. Além da grande quantidade de linhas do Rio, a companhia também operação garantida em capitais e grandes cidades de São Paulo, Minas Gerais, Santa Catarina e do Espírito Santo.