Viação Cometa é líder em parcelamento de passagens do RJ

parcelar passagemPara driblar a crise e ajudar os passageiros a viajarem de ônibus sem comprometer o orçamento no final do mês, a viação Cometa decidiu parcelar a maioria de suas passagens de ônibus, saindo do terminal Novo Rio, no Rio de Janeiro. A companhia de ônibus, administrada pelo Grupo JCA, é a campeã em parcelamentos rodoviários com linhas para o Rio de Janeiro, em um grupo formado por operadoras tradicionais, como a viação Útil, 1001, Kaissara e Sampaio. Os prazos variam de três a seis meses e também podem ser aproveitados por quem faz as reservas pela internet. O gerente Lukasz Gieranczyk da plataforma online, especializada na venda de passagens de ônibus, Quero Passagem, garante que o preço para quem compra à vista ou a prazo é igual. “Os parcelamentos que oferecemos no Quero Passagem, através do incentivo de nossas companhias credenciadas não possuem juros”, conta.

Quem está localizado na capital carioca e quer desembarcar no terminal de Poços de Caldas, em Minas Gerais, poderá parcelar a passagem rodoviária em até seis vezes de aproximadamente R$ 17. Se o destino for Belo Horizonte, também é possível pegar pelo serviço em seis vezes, sem juros. Para esta linha, a companhia de ônibus cobra cerca de R$ 95, ou seis parcelas de R$ 16. O mesmo trajeto pode ser feito pela viação Útil, por um preço mais acessível, porém, a empresa só parcela o bilhete em três vezes. A companhia Útil também transporte passageiros do Rio de Janeiro até Brasília, Guarulhos, Ouro Preto, Juiz de Fora e Aparecida do Norte em passagens parceladas para três meses.

Auto Viação 1001
A companhia de ônibus 1001 é outra empresa com várias linhas no estado carioca, que gosta de oferecer a opção de parcelamento para seus clientes. Quem viajar de ônibus pela empresa para destinos como São Paulo, Cabo Frio (RJ) e Nova Friburgo (RJ) poderá pagar os bilhetes rodoviários em até seis vezes, no cartão de crédito.

Águia Branca bate recorde de embarques durante feriado

Viação triplicou o número de embarques no último feriado.

Viação triplicou o número de embarques no último feriado.

A viação Água Branca registrou grande fluxo de embarques saindo do terminal Novo Rio, no Rio de Janeiro, durante feriado de Finados, no dia 2 de novembro. De acordo com dois dos três maiores portais de venda de passagens rodoviárias da internet, a companhia foi uma das mais acionadas durante a primeira semana do mês passado. A empresa rodoviária com atuação em diversas cidades dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Bahia, registrou aumento de mais de 80% nas vendas de passagens de ônibus, em comparação com os mesmos itinerários computados na semana anterior.

Os feriados de “tiro curto”, como o comemorado no dia 20 de novembro, em celebração ao Dia da Consciência Negra, têm aquecido o movimento nos principais terminais rodoviários do Brasil. O motivo pela preferência nas viagens de ônibus é simples: economia e praticidade. Além da grande concentração de passageiros saindo da capital carioca, outros municípios do Rio de Janeiro e cidades do Espírito Santo tiveram um bom fluxo de embarques durante o último feriado. Quem foi pra internet em busca das passagens rodoviárias deu preferência aos municípios capixabas de Vitoria, Vila Velha, Nova Venécia e Aracruz. Os municípios lideraram o topo da lista das cidades mais procuradas ao lado do Rio de Janeiro (RJ), Porto Seguro (BA), Campos (RJ), Aimorés (MG) e Niterói (RJ) e Salvador (BA).

A linha da rodoviária de Vitória com destino ao Rio de Janeiro teve um volume de mais de 100%, em comparação com fluxo de passagens em dias regulares. O trajeto é operado pela viação Águia Branca e Kaissara, detentora de mais de 40 linhas da companhia Itapemirim. Para muitos, a viação com sede no Espírito Santo ainda é desconhecida, apesar de estar com preços mais acessíveis do que a da concorrente. Segundo levantamento das empresas, o perfil do passageiro de ônibus que viaja em feriados de menor expressão é dividido em dois grupos, um formado por aqueles que aproveitam o tempo de folga para visitar parentes no interior do Estado e outro que utilizam o serviço em busca de lazer e diversão em praias e outras cidades turísticas.