Fusão entre a viação São Geraldo e Gontijo garante liderança

Viação Gontijo e São Geraldo pertencem a mesma empresa.

Viação Gontijo e São Geraldo pertencem a mesma empresa.

Um acordo de integração entre as linhas rodoviárias oferecidas pelas companhias de ônibus São Geraldo e Gontijo está garantindo boas disputas financeiras com uma velha conhecida das regiões Sudeste, Norte e Nordeste. Famosa por operar em linhas interestaduais desde a década de 70, a viação Itapemirim passou a ter uma incômoda concorrência em vários trechos já oferecidos por ambas às companhias até municípios de Minas Gerais e outros Estados. Sediadas em Belo Horizonte, ambas as auto viações correspondem boa fatia das passagens rodoviárias adquiridas no Brasil. Segundo levantamento feito por uma conceituada revista do setor, a viação São Geraldo e Gontijo já estavam entre as três empresas mais ativas do setor, há mais de 10 anos.

Na época, as companhias rodoviárias saboreavam o segundo e terceiro lugares, abaixo da Itapemirim, que tinha oficialmente mais de 10% da participação no número de passageiros por quilômetro transportado. Por lei, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) obriga que a empresa de transporte de passageiros interestadual pode ter, no máximo, 20% do mercado nacional. Com a fusão, a soberania entre as linhas federais atingida pelas duas empresas passou a registrar mais de 14%, superando a viação “amarelinha” também na participação sobre a frota, já que a as duas juntas somam mais de 2 mil ônibus rodoviários, capazes de transportarem 8 milhões de passageiros por ano.

Incorporação Milionária
Em 2002, o grupo 1001 fez um investimento milionário para poder contar com as operações da viação Cometa. Na ocasião, foram desembolsados R$ 135 milhões, a maior incorporação entre duas empresas do setor de transporte rodoviário no Brasil. A fusão garantia uma receita líquida superior a R$ 200 milhões. Os valores estão bem mais abaixo do que a São Geraldo gastou para se unir definitivamente a Gontijo. Hoje a companhia Cometa, ao lado de outras empresas do setor faz parte do Grupo JCA.

São Geraldo
Fundada em 1949, em Caratinga, leste de Minas, com o nome de Rodrigues Teixeira & Cia. Ltda., a viação São Geraldo tem uma frota de 800 ônibus para transportar mais de 3 milhões de passageiros ao ano,  por 150 linhas rodoviárias de 17 Estados, mais o Distrito Federal , rodando todos os anos 110 milhões de quilômetros.

União da viação São Geraldo com Gontijo supera concorrência

Viação Gontijo arca com dívida milionária.

Viação Gontijo arca com dívida milionária.

A união entre a viação São Geraldo e a Gontijo Transportes está desbancando operações rodoviárias de fortes concorrentes, como é o caso da viação Itapemirim. Graças à aquisição feita pelo grupo da Gontijo, conhecida por atuar em linhas interestaduais entre São Paulo e Minas Gerais, além de estar presente em Goiás e na Bahia, colocou as atividades das duas auto viações no topo do ranking das maiores empresas de transporte rodoviário do país. Ambas as empresas estão sediadas em Belo Horizonte, e já possuem importantes conexões entre municípios do estado mineiro com outras paradas pela região sudeste do Brasil. Tida como a maior negociação da década, a incorporação da Cometa pelo Grupo 1001 custou aos investidores mais de R$ 130 milhões, no começo de 2012.

O negócio milionário previa receita líquida de no mínimo R$ 202 milhões. Valor inferior aos números envolvendo a negociação entre as duas companhias de ônibus mineiras. Segundo levantamento divulgado pela revista Transporte Moderno, há mais de 10 anos, a companhia São Geraldo e a viação Gontijo haviam se classificado entre as três maiores empresas do setor no Brasil, ficando apenas atrás da poderosa Itapemirim. Além da máquina de fazer dinheiro, as duas viações também são verdadeiros imãs de transportar passageiros. Em média, ambas levam mais de oito milhões ao seu destino, anualmente. As duas frotas rodoviárias somam mais de dois mil veículos modernos.

De acordo com a norma estipulada pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), uma empresa de transporte interestadual não pode operar com mais do que 20% das linhas disponíveis no território nacional. Para se ter uma ideia, só a Itapemirim tem 12,10% de participação no número de passageiros por quilômetro transportado, a frente da São Geraldo com 7,87% e da Gontijo com 6,64%. A “amarelinha” já representava desde 2001, 9,07% de todos os veículos rodoviários em circulação, número inferior se somado com a frota das duas empresas rodoviárias de Minas Gerais. Para poder fechar o negócio, a viação Gontijo teve que arcar com uma dívida de a 44,45% do ativo total, no valor de R$ 303,547 milhões, deixada pela São Geraldo.

Viação Catarinense oferece serviço VIP até desembarque de SP

Ônibus da viação Catarinense são os mais modernos do Brasil.

Ônibus da viação Catarinense são os mais modernos do Brasil.

Mais de cinco linhas interestaduais com origem em cidades de Santa Catarina até São Paulo podem ser feitas abordo de um dos ônibus mais modernos e confortáveis, já vistos no Brasil. Para usufruir do serviço rodoviário de última geração, é preciso reservar as passagens de ônibus da viação Catarinense e seguir viagem em um de seus itinerários até a capital paulista. A auto viação com atuação no sul e sudeste do país, adquiriu recentemente 52 ônibus do tipo Double Decker e diminuiu a idade média da sua frota rodoviária para 2,4 anos. Com o alto investimento, quem comprar os bilhetes rodoviários saindo de Florianópolis, Tijucas, Itapema, Balneário Camboriú, Itajaí, Piçarras ou Joinville, poderá aproveitar os serviços de bordo e o conforto oferecido pela categoria.

Os ônibus foram comprados para realizar rotas entre as cidades catarinenses e São Paulo, e reúnem uma série de serviços e facilidades como ar-condicionado quente e frio, descansando para os pés, entradas USB nas poltronas, internet Wi-Fi, televisores e muito mais. Todos os modelos possuem dois andares, que separam a classe executiva dos leitos, com banheiro integrado, travesseiros, mantas e kit lanche no serviço de bordo, além de frigobar com água, iluminação individual para leitura e regulagem independente para saída de ar.

Se o desembarque acontecer em Florianópolis, o ônibus da Catarinense também poderá ser contratado, caso a cidade de origem seja São Paulo, Tijucas, Itajaí, Joinville, Balneário Camboriú ou Itapema. Linhas como essas são regulares e estão disponíveis diariamente em sites de venda rodoviária, como o Quero Passagem. Por causa do conforto ideal para quem quer passar a viagem dormindo, a maioria dos horários de ônibus disponíveis é durante a noite e a madrugada. Os embarques mais cedo acontecem a partir das 18h25, para quem parte da capital de Santa Catarina com destino a São Paulo. A exceção fica por conta do trajeto feito de Itapema a Florianópolis, com embarques regulares marcados diariamente às 7h02, 7h27 e 9h52.

Viação Catarinense oferece programa de estágio para estudantes

Prova vai testar conhecimentos gerais.

Prova vai testar conhecimentos gerais.

Quem quer dar movimento a carreira e sair na frente em busca de novas oportunidades de trabalho pode contar com a viação Catarinense. O grupo JCA representado pela empresa de ônibus que tem grande participação nas linhas rodoviárias do Sul do Brasil lançou neste segundo semestre um programa de estádio com o nome de Carreira em Movimento para estudantes do último ano de Administração, Engenharias (Produção, Mecânica e Informação), Economia, Ciências Atuárias e Tecnólogos (Logística, Gestão Empresarial e Gestão de Pessoas). Além de garantir o emprego por pelo menos 12 meses, o universitário também fará cursos de formação, palestras sobre cultura organizacional, autoconhecimento e carreira, e ainda participará de ações de desenvolvimento humano.

As vagas que estão com inscrições abertas são oferecidas para áreas de Operação, Manutenção, Finanças e Administração, e Comercial. O grupo JCA que comanda e administração também as viações Cometa e 1001 lançou o programa de estágio com a intenção de capacitar jovens aprendizes para o mercado de trabalho e dar oportunidade para que estudantes possam preencher vagas profissionais em empresas comandadas pelo grupo. O trabalho tem carga horária de 30 horas semanais e vai exigir dos candidatos boas noções em matemática, português e conhecimentos gerais que serão avaliados em uma prova teste através do computador. Quem passar nas avaliações do Carreira em Movimento, além da remuneração, vai receber vale-transporte, seguro de vida e até bolsa-auxilio sem mexer no salário.

O programa tem no total 13 vagas que serão distribuídas para cargos nas três companhias de ônibus pertencentes ao Grupo. Na viação Cometa, cinco vagas serão preenchidas, o mesmo acontecerá com a empresa 1001 e o restante vai para a companhia Catarinense, que deve contratar três estagiários. Além da aprovação na prova teste, o contratado deverá cumprir toda carga horária com direito a 30 dias de recesso remunerado pela lei da categoria. A oportunidade não vê vínculo empregatício entre ambas as partes e exige que apenas estudantes dos último e penúltimo ano da faculdade possam participar da seleção. Todos os escolhidos terão oportunidade de batalhar por um cargo efetivo de analista por um período fixo de dois anos, que passará por avaliação a cada seis meses.

Viação Cometa incentiva alfabetização e formação de funcionários

Funcionários da Cometa conseguem diploma de alfabetização.

Funcionários da Cometa conseguem diploma de alfabetização.

Mais de 20 funcionários da viação Cometa conseguiram concluir o ensino fundamental e médio, graças ao Programa Cometa Educa promovido com parceria entre a empresa de transporte rodoviário de São Paulo e o Sesi – Serviço Social da Indústria.
A intenção é dar oportunidades a profissionais que não possuem alfabetização ou não conseguiram concluir os estudos e querem voltar para as salas de aula, sem deixar o trabalho de lado.
O projeto tem aval do Ministério da Educação e Cultura (MEC) e já formou oito trabalhadores na quarta-série e entregou o diploma de 5ª à 8ª para outros 24 funcionários.
O método de ensino foi criado pela própria companhia de ônibus e atende a rotina dos motoristas e profissionais que trabalham com a auto viação.

As aulas são semipresenciais e se ajustam aos horários de trabalho e horas de folga de cada trabalhador. É obrigatório frequentar a sala de aula uma vez por semana para garantir a aprendizagem.
Para os que têm tempo livre, há também aulas presenciais com professoras, todos os dias. “A metodologia utilizada garante comodidade aos alunos e dá liberdade para realizarem atividades extras em casa. As aulas são ministradas de segunda a sexta-feira, das 18h às 20h, no auditório da sede da Cometa, localizado no bairro da Vila Maria, em São Paulo”, explica um dos professores do projeto.
O Programa Cometa Educa beneficia também quem cumpre escalas de revezamento, como acontece com motoristas rodoviários.

Existe mais de 30 motoristas frequentando as aulas. A maioria é de cidades do estado do Paraná. Há alunos também de Juiz de Fora (MG), Volta Redonda (RJ), Jundiaí, Itapetininga e Lorena (SP), além da capital paulista.
Através de comunicado oficial, o diretor da Viação Cometa Anuar Helayel, disse que não há investimentos mais lucrativos do qualificar seu quadro de funcionários. “O Programa Cometa Educa é mais uma iniciativa da empresa na busca do desenvolvimento e estimulo do conhecimento de seu corporativo. Nós e todas as empresas que fazem parte do Grupo JCA, investimos cada vez mais na qualificação de pessoas, a fim de gerar resultados mais precisos e mais ágeis no futuro”, explicou.

Empresas de ônibus – o transporte mais usado no Brasil

Acesso. Essa é a chave para as empresas de ônibus de todo Brasil poderem se glorificar como referencia de transportes no país. Diferente do sistema aéreo, as possibilidades de se chegar a mais destinos é maior pelas auto viações, constatando o tipo de locomoção fazendo parte da vida cotidiana do brasileiro. Com metas e horários sempre realizados, podemos dizer que o fluxo de passageiros tem aumentando nos últimos anos, ganhando maior força pela crise das aviações e aeroportos, muitos acidentes nos quais chocaram a nação, denúncias sobre falta de manutenção de aeronaves e valores altos dos bilhetes. Campanhas também sobre os perigos de dormir ao volante, blitz de policias rodoviárias e stress fazem pessoas abandonarem seus carros e optarem por uma viagem tranquila.

As companhias transportadoras operam com uma grande frota de veículos, presentes em mais de 80% do território nacional, com muitas unidades disponíveis, em classes convencionais, executivas e GTV (veículos luxuosos mistos), além de disporem de unidades para fretamentos. A estabilidade do setor se remete em poder levar pessoas de localidades pequenas para médias e grandes cidades, fazer viagens interestaduais, cruzar o país, levar brasileiros para nações da América do Sul e vice-versa. São muitos viajantes, muitos horários, extensa rede de funcionários, operando suas trajetórias com qualidade, segurança e conforto.

Nesse ano de 2012, muitos investimentos foram e estão sendo feitos para modernizar ainda mais as linhas rodoviárias, tal qual novas carroçarias, novos chassis e tecnologia atual, sistema de internet em rede para uso de computadores, celulares, tablets e outros dispositivos móveis para uso interno nos ônibus rodoviários. Melhorias em equipamentos para emissão de menos poluentes e reutilização de fluidos também fazem parte dessas novas disposições, especialmente pelas grandes potencias do ramo como Expresso Guanabara, Águia Branca, Catarinense, empresas do Grupo JCA, dentre outras. A expectativa das futuras realizações de Copa do Mundo 2014 e Olimpíadas 2016, já fazem parte do marketing destas companhias, instintivamente em poder oferecer para apreciadores e estrangeiros seus serviços com total excelência, aproveitando a estadia para deslocar muitos para as cidades-sede dos eventos esportivos, oferecer outros pacotes de turismo (afinal irão querer conhecer mais o nosso Estado) e realizar os itinerários dos jogos e competições, competindo com o transporte por aviões.

As 5 melhores auto viações do Brasil

O Brasil é um país emergente, uma economia crescente na visão de outros países, tendo muito investimento constantemente feito por estrangeiros, na função das possibilidades oferecidas no país. O Brasil possui uma rota de consumo cada vez mais valorizada, onde empresas ganham em diversos pontos. O mercado de turismo no país é um propulsor dessa motivação, com especial destaque para as companhias de transportes rodoviários, que tem ganhado prestígio nos últimos tempos, sejam para viagens de férias ou a trabalho, muitos passageiros fazem opção pelos ônibus, os quais tem sempre horários de saída confiáveis e precisos, como é o dia-a-dia das pessoas.

Ao decidir viajar com as transportadoras, saiba de antemão que a auto viação Expresso Catarinense, o Grupo JCA (1001 e Cometa), Itapemirim, Guanabara e Nacional Expresso são as 5 melhores entidades no setor. Essas empresas atuam no setor há mais de 30 anos, garantindo satisfação de seus clientes, que já fazem da marca parte de suas vidas. Com as maiores frotas de veículos e cobertura de rotas pelas principais rodovias, estas integram as regiões dos países, fazendo continuamente um árduo trabalho, que garante o sucesso de outros negócios no Brasil e países da América do Sul.

As auto viações prestigiam suas conquistas, cuidando sempre do bem-estar dos passageiros e veículos usados, certificando-se de dispor de mais de 1000 destinos para diversas rodoviárias brasileiras. As principais cidades são acessíveis por estas companhias, sejam para o interior, regiões serranas, litorâneas ou pantaneiras você pode se deslocar de uma região para outra ou até cruzar do Nordeste para o Sul.

O atendimento é o principal diferenciador de todos os serviços. Os viajantes de ônibus podem sempre se lembrar de um fato no itinerário: pontualidade, a qual muitos prêmios já foram incentivados por estas práticas, como também todo o trabalho de conscientização do seu papel no ramo rodoviário e com a sustentabilidade. Sempre com uma malha com veículos novos e carrocerias inovadas, dando jus a tecnologia. A grande certeza de poder comprar sem sair de casa um bilhete para uma cidade escolhida é uma facilidade disposta por estas grandes marcas e agencias de turismo on-line, oferecendo já as localidades disponíveis com o número de poltronas livres, em muitos casos. Se for viajar, não se esqueça de verificar a auto viação e na dúvida entre 2 empresas, observe se uma delas não é uma das 5 melhores companhias de transportes rodoviários nacionais.