Viação Andorinha e outras sete empresas são beneficiadas em MS

Ônibus da viação Andorinha.

Ônibus da viação Andorinha.

A companhia de ônibus Andorinha e outras sete auto viações foram contempladas com a doação de terrenos e a isenção de alguns impostos pela prefeitura de Campo Grande (MS). O benefício vem do Programa de Incentivo Econômico e Social de Campo Grande (Prodes) e deve ser uma das primeiras intervenções para o projeto de construção da Cidade Ônibus na capital. O inventivo foi publicado no Diário Oficial de Campo Grande (Diogrande), no dia 28 de julho. Além da viação Andorinha, a empresa Expresso Mato Grosso, Expresso Queiroz, Expresso Motta, Viação São Luiz, Viação Nova Integração, Viação Umuarama, Viação Cruzeiro do Sul e Agência União Cascavel de Turismo (Eucatur) também serão contempladas com uma área que varia entre 3.100, 94 m² até 17.262, 71 m² de extensão. Além das doações dos terrenos, as companhias de ônibus terão isenção de ISS (Imposto sobre Serviços) da construção, redução de 30% no IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) por três anos, isenção das taxas e do ISSQN incidente sobre as obras de construção do empreendimento incentivado, inclusive as realizadas por terceiros.

O Prodes foi criado para viabilizar o desenvolvimento social, turístico, econômico, cultural e tecnológico de Campo Grande, e, portanto deve apoiar outros setores do comércio e indústria, por meio da concessão de incentivos, instalação de empresas e abertura para prestação de serviços variados. A área será destinada para concentrar a frota de veículos das empresas rodoviárias que atendem a cidade. A ideia da Prefeitura é construir no local um complexo para integrar os veículos em um só lugar, diminuindo o fluxo rodoviário de pelo menos 600 coletivos que cruzam o centro da cidade para chegar até suas garagens. Com o projeto pronto para 2017, o poder executivo deve combater a poluição das principais avenidas, preservar a pavimentação asfáltica e desafogar o trânsito de veículos nos horários de pico.

Cidade Ônibus
O projeto proposto pela prefeitura foi lançado há cinco anos e deve sair do papel em 2016. O investimento total está estimado na casa dos R$ 11,4 milhões e a expectativa da Prefeitura é que o programa gere mais de 1 mil empregos.

Passagem de ônibus intermunicipal da Expresso Guanabara sobe

É hora de calcular o valor das passagens rodoviárias.

É hora de calcular o valor das passagens rodoviárias.

Quem não estava com moedas extras no bolso, não pôde embarcar nos ônibus intermunicipais do Ceará, depois que o Departamento Estadual de Trânsito (Detran-CE),  reajustou as passagens rodoviárias em mais de 15%, em alguns itinerários. O aumento que surpreendeu boa parte da população cearense foi solicitado pelo Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Intermunicipal e Interestadual do Estado do Ceará (Sinterônibus). A intervenção afetou o preço dos bilhetes vendidos pela Expresso Guanabara e outras quatro auto viações, se estendendo apenas a modalidade de passagens intermunicipais.

Para chegar aos novos valores, foi preciso considerar o índice de reajuste em 6,956% e calcular os coeficientes tarifários revistos de acordo com as áreas de operação. Quem viaja de Fortaleza até o município de Maracanaú, terá de pagar mais 40 centavos para embarcar. A tarifa antes comercializada por R$ 2,80 é uma das reajustadas pela prefeitura. O trecho até Caucaia, também ficou mais caro. O valor passou de R$ 2,30 para R$ 2,55. Viagens rodoviárias pelo triângulo Crato-Juazeiro-Barbalha, também ficaram mais caras para os passageiros. Nesta rota o valor dos bilhetes foi de R$ 1,65 para R$ 1,75. As passagens de ônibus de Fortaleza a Quixadá, foram uma das que mais subiram, saltando de R$ 17,50 para R$ 20,30.  Já na linha de Fortaleza-Aracati o bilhete cobrado em R$ 18,00 foi para R$ 19,00.

Além da viação Expresso Guanabara, as companhias de ônibus São Benedito, Princesa dos Inhamuns, Fretcar e Auto Viação Metropolitana (Viametro) tiveram que recalibrar as catracas para praticar o aumento tarifário. A maior queixa da população, foi com relação a falta de informações. Muitos alegaram não terem sido notificados de que as passagens ficaram mais caras, descobrindo o reajuste na hora de pagar pelo serviço. Barbara Palmas, de 41 anos, saiu de Caucaia e se assustou com o valor da passagem. “Só fiquei sabendo do aumento depois de pagar para embarcar”, lamentou. A boa notícia é que as linhas interestaduais com rotas rodoviárias dentro do Estado não sofreram reajustes.

Viaje para o Sul neste verão com a Viação Catarinense

Litoral de Santa Catarina é boa opção no verão.

Litoral de Santa Catarina é boa opção no verão.

Está esperando o que? Já é hora de arrumar as malas e aproveitar os dias de sol, bem longe do sofá. Quem está nesta “onda” poderá contar com os serviços rodoviários da viação Catarinense se a intenção é economizar na viagem, sem deixar de conhecer os destinos brasileiros mais badalados desse verão. A companhia de ônibus mais antiga em atividade no Brasil é líder na comercialização de passagens entre linhas interestaduais para cidades do estado catarinense e outras localidades do Sul e Sudeste do Brasil. Com ela você pode garantir embarques em vários itinerários, no conforto de uma das frotas mais modernas do país, e o melhor, reservando a poltrona, sem sair de casa, através do site Quero Passagem. Para ajudar você a decidir qual destino escolher neste verão, o blog Auto Viações listou algumas opções muito procuras nesta época do ano. Confira qual cidade se encaixa mais no seu roteiro turístico e boa viagem!

Florianópolis
A capital catarinense é parada obrigatória para quem viaja até o Estado. “Floripa” para os mais chegados, é capaz de encantar turistas de diversas culturas, através da união de suas belezas naturais com o rico patrimônio histórico encontrado nas ruas da cidade. O local reúne lindas praias, lagoas, dunas e trilhas em meio à Mata Atlântica. Florianópolis tem como um de seus cartões de visita, a inconfundível Lagoinha do Leste.

Balneário Camboriú
Localizada no litoral Norte de Santa Catarina, a cidade de Balneário Camboriú é um dos balneários mais visitados do Estado. Conhecida como cidade carioca dos catarinenses, a localidade reúne praias paradisíacas, com excelente infraestrutura hoteleira, comércio forte e muita diversão. Compre sua passagem de ônibus com a viação Catarinense e desembarque nesta viagem ecoturistas e cheia de muitas atrações.

Itapema
Apesar de ser menos conhecida do que as duas cidades citadas, Itapema não perde nada quando o assunto é banhos de praia. O balneário é bastante movimentado no verão, considerado como um dos melhores do litoral Centro-Norte do Brasil. O destaque fica na Meia Praia, local onde é possível experimentar deliciosos frutos do mar, na praia mais extensa da cidade. A infraestrutura do local é composta por muitas pousadas, bares e uma boa rede de hotéis. As praias de Itapema também são prato cheio para banhistas que adoram adrenalina e esportes náuticos, principalmente quando a “prancha” está pronta para uso.

Compra da viação Garcia pela Brasil Sul completa dez meses

Auto viação está entre as cinco maiores do Brasil.

Auto viação está entre as cinco maiores do Brasil.

Completa na semana que vem, dez meses que a viação Garcia deixou de ser do empresário do Rio Grande do Sul, Mário Luft, fundador do grupo Luft. No dia 20 de fevereiro, a empresa Brasil Sul Linhas Rodoviárias adquiriu 50% dos direitos econômicos da auto viação, com sede em Londrina, no Paraná. A fusão oficializada no final do mês de fevereiro, uniu ao grupo da Brasil Sul, uma das cinco maiores companhias rodoviárias do Brasil. A viação Garcia, apostada pelos empresários espanhóis Celso Garcia Cid e José Garcia Villar, na década de 30, já pertencia a outro importante grupo de empresas do setor. Há quatro anos, a companhia de ônibus chegou a ser vendida pelo valor de R$ 400 milhões – a transação centralizava as ações da empresa paranaense ao lado das companhias Ouro Branco e Princesa do Ivaí, ambas com forte atuação no Paraná.

De acordo com as informações divulgadas em nota oficial, a Brasil Sul comprou metade do controle acionário da companhia Garcia. O grupo de investidores adquiriu o montante que faltava, depois dos órgãos responsáveis pelas concessões das linhas intermunicipais e interestaduais, darem as autorizações formais de compra, ao grupo. Mesmo com a fusão, as companhias permaneceram com os mesmos nomes operacionais, integrando o grupo, agora chamado de Grupo Garcia Brasil Sul. Para os novos proprietários, a troca de experiências entre as empresas, colocando toda a tradição da Garcia com a modernidade da Brasil Sul, já está refletindo na qualidade operacional do serviço prestado aos passageiros da região.

Atualmente, a Garcia ostenta uma das cinco vagas entre as cinco maiores auto viações do Brasil, oferecendo rotas rodoviárias entre o Paraná, São Paulo, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e Rio de Janeiro. Sua parceria de fusão, a Brasil Sul, também tem sede em Londrina, atuando com imponência no estado do Paraná, São Paulo, Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Segundo especialistas, a companhia integra o grupo rodoviário que mais cresce no país, investindo na renovação de suas frotas e composição de grandes transportadoras para liderar as linhas interestaduais no Sul e Sudeste do Brasil.

 

União da viação São Geraldo com Gontijo supera concorrência

Viação Gontijo arca com dívida milionária.

Viação Gontijo arca com dívida milionária.

A união entre a viação São Geraldo e a Gontijo Transportes está desbancando operações rodoviárias de fortes concorrentes, como é o caso da viação Itapemirim. Graças à aquisição feita pelo grupo da Gontijo, conhecida por atuar em linhas interestaduais entre São Paulo e Minas Gerais, além de estar presente em Goiás e na Bahia, colocou as atividades das duas auto viações no topo do ranking das maiores empresas de transporte rodoviário do país. Ambas as empresas estão sediadas em Belo Horizonte, e já possuem importantes conexões entre municípios do estado mineiro com outras paradas pela região sudeste do Brasil. Tida como a maior negociação da década, a incorporação da Cometa pelo Grupo 1001 custou aos investidores mais de R$ 130 milhões, no começo de 2012.

O negócio milionário previa receita líquida de no mínimo R$ 202 milhões. Valor inferior aos números envolvendo a negociação entre as duas companhias de ônibus mineiras. Segundo levantamento divulgado pela revista Transporte Moderno, há mais de 10 anos, a companhia São Geraldo e a viação Gontijo haviam se classificado entre as três maiores empresas do setor no Brasil, ficando apenas atrás da poderosa Itapemirim. Além da máquina de fazer dinheiro, as duas viações também são verdadeiros imãs de transportar passageiros. Em média, ambas levam mais de oito milhões ao seu destino, anualmente. As duas frotas rodoviárias somam mais de dois mil veículos modernos.

De acordo com a norma estipulada pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), uma empresa de transporte interestadual não pode operar com mais do que 20% das linhas disponíveis no território nacional. Para se ter uma ideia, só a Itapemirim tem 12,10% de participação no número de passageiros por quilômetro transportado, a frente da São Geraldo com 7,87% e da Gontijo com 6,64%. A “amarelinha” já representava desde 2001, 9,07% de todos os veículos rodoviários em circulação, número inferior se somado com a frota das duas empresas rodoviárias de Minas Gerais. Para poder fechar o negócio, a viação Gontijo teve que arcar com uma dívida de a 44,45% do ativo total, no valor de R$ 303,547 milhões, deixada pela São Geraldo.

Viação Cometa tem frota ampliada depois da Copa do Mundo

Viação Cometa reforça frota na Copa do Mundo.

Viação Cometa reforça frota na Copa do Mundo.

Quem já comprou as passagens rodoviárias com a viação Cometa depois da Copa do Mundo, certamente não teve problemas para embarcar em veículos novos. Depois que o torneio futebolístico terminou, pelo menos 1 mil ônibus regulares ficaram a disposição de linhas interestaduais operadas pela companhia rodoviária. A frota que tem atuação em 200 municípios brasileiros está renovada e tem tecnologia com internet sem fio, sendo este um de seus diferenciais. Só no trajeto que liga as capitais de São Paulo e Rio de Janeiro, a auto viação registrou fluxo de 25% a mais do movimento normal, durante as partidas da Copa disputada no Brasil. Para as viagens até Belo Horizonte, a companhia Cometa operou com 20% a mais de sua capacidade de circulação.

Na capital do Paraná, as viagens interestaduais também ganharam ônibus extras para dar conta da grande demanda de passageiros. Além do aumento no número de veículos rodoviários, a companhia de ônibus também ampliou seus horários de ônibus durante todo o Mundial realizado pela Fifa. Como tem forte atuação no interior do Estado de São Paulo, a viação Cometa também intensificou as viagens rodoviárias para cidades onde 15 seleções estiveram hospedadas, como foi o caso de Ribeirão Preto, Campinas, Santos e Itu – todas tinham Centros de Treinamentos padrão Fifa. Aliadas pelo mesmo grupo de investidores, a Cometa e a viação Expresso do Sul, somaram forças para transportar todos os torcedores com segurança e conforto, em quatro cidades-sede atendidas por ambas as empresas.

rodoviária Tietê ganhou uma sala VIP da Cometa para facilitar a compra de passagens de ônibus, além dos guichês das companhias que foram instalados em locais próximos aos terminais de embarque. Entre diversas novidades, os aplicativos para versões em dispositivos móveis, e totens informatizados que emitem o voucher para quem reservou os bilhetes na internet, ditaram o ritmo da compra rodoviária durante o período em que o mundo esteve voltado para o nosso país. A viação Cometa também tem vários tipos de ônibus que oferecem a seus passageiros internet Wi-Fi e poltronas reclináveis.

Atraso em viagem da viação Itapemirim gera indenização

Viação Itapemirim foi condenado por atraso.

Viação Itapemirim foi condenado por atraso.

A viação Itapemirim foi condenada pela juíza do 7º Juizado Especial Cível de Brasília a pagar a um passageiro valor a título de indenização por danos morais. Segundo consta na sentença, a auto viação teria atrasado mais de cinco horas na chegada ao destino, prejudicando o compromisso que o usuário teria em Belo Horizonte. O passageiro embarcou em um ônibus da Itapemirim do terminal rodoviário de Brasília com destino a capital de Minas Ferais para participar da XXX Edição dos Jogos Acadêmicos de Policiais e Bombeiros Militares do Brasil. Para azar do participante e da própria empresa de ônibus, o veículo apresentou falha mecânica e só desembarcou na rodoviária de Belo Horizonte mais de cinco horas depois do previsto.

Com o atraso, o passageiro não chegou ao evento a tempo e teve sua participação cancelada. Livre para apresentar sua contestação de defesa, em um prazo determinado, a companhia rodoviária Itapemirim, se calou, dando veracidade aos fatos apresentados pelo cliente. Para o juiz, os problemas apresentados na operação do veículo, que ocasionaram no longo atraso até o desembarque programado, frustrou a expectativa do consumidor de obter a prestação de serviço conforme previsão inserta no contrato de transporte. É por isso, que ficou evidenciada a falha na prestação de serviços e o passageiro deverá ser indenizado, segundo artigo 14 do CDC – Código de Defesa do Consumidor. Segundo o artigo, o correto é ressarcir o passageiro pelos prejuízos por ele sofridos.

O processo também se apega no fato de que, conforme foi percebido o problema, durante a viagem rodoviária, há medida em que o atraso ia aumentando, o passageiro passou a sentir ansiedade, angústias, inseguranças, aflição e desconforto que ultrapassam a esfera da normalidade, atingindo os direitos de personalidade do autor, razão pela qual a condenação da requerida a reparar o dano moral por ele sofrido é medida que se impõe. Diante dos fatos, a empresa rodoviária deverá pagar uma boa quantia imposta por lei. Se a moda pegar, essa e outras companhias de ônibus podem ter problemas, já que falhas mecânicas são comuns quando se opera em linhas interestaduais de longa distância.

Viação Catarinense oferece programa de estágio para estudantes

Prova vai testar conhecimentos gerais.

Prova vai testar conhecimentos gerais.

Quem quer dar movimento a carreira e sair na frente em busca de novas oportunidades de trabalho pode contar com a viação Catarinense. O grupo JCA representado pela empresa de ônibus que tem grande participação nas linhas rodoviárias do Sul do Brasil lançou neste segundo semestre um programa de estádio com o nome de Carreira em Movimento para estudantes do último ano de Administração, Engenharias (Produção, Mecânica e Informação), Economia, Ciências Atuárias e Tecnólogos (Logística, Gestão Empresarial e Gestão de Pessoas). Além de garantir o emprego por pelo menos 12 meses, o universitário também fará cursos de formação, palestras sobre cultura organizacional, autoconhecimento e carreira, e ainda participará de ações de desenvolvimento humano.

As vagas que estão com inscrições abertas são oferecidas para áreas de Operação, Manutenção, Finanças e Administração, e Comercial. O grupo JCA que comanda e administração também as viações Cometa e 1001 lançou o programa de estágio com a intenção de capacitar jovens aprendizes para o mercado de trabalho e dar oportunidade para que estudantes possam preencher vagas profissionais em empresas comandadas pelo grupo. O trabalho tem carga horária de 30 horas semanais e vai exigir dos candidatos boas noções em matemática, português e conhecimentos gerais que serão avaliados em uma prova teste através do computador. Quem passar nas avaliações do Carreira em Movimento, além da remuneração, vai receber vale-transporte, seguro de vida e até bolsa-auxilio sem mexer no salário.

O programa tem no total 13 vagas que serão distribuídas para cargos nas três companhias de ônibus pertencentes ao Grupo. Na viação Cometa, cinco vagas serão preenchidas, o mesmo acontecerá com a empresa 1001 e o restante vai para a companhia Catarinense, que deve contratar três estagiários. Além da aprovação na prova teste, o contratado deverá cumprir toda carga horária com direito a 30 dias de recesso remunerado pela lei da categoria. A oportunidade não vê vínculo empregatício entre ambas as partes e exige que apenas estudantes dos último e penúltimo ano da faculdade possam participar da seleção. Todos os escolhidos terão oportunidade de batalhar por um cargo efetivo de analista por um período fixo de dois anos, que passará por avaliação a cada seis meses.

Viação Itapemirim vende passagens internacionais em site estrangeiro

Parceria entre sites garante viagens internacionais.

Parceria entre sites garante viagens internacionais.

A viação Itapemirim e a companhia Pluma famosa por transportar argentinos, paraguaios e chiles em viagens para dentro e fora do Brasil, venderam centenas de passagens de ônibus internacionais durante a Copa do Mundo, através de um e-commerce estrangeiro. O site com o nome de Plataforma 10 fez uma parceria com as empresas brasileiras para oferecer aos internautas que estavam interessados em acompanhar os jogos da Copa, viagens de ônibus de Buenos Aires para o Rio de Janeiro, com embarques diários.

Com a procura em alta, o trajeto que dura cerca de 40 horas aqueceu as vendas internacionais do site estrangeiro que registrou aumento de 82% nas reservas rodoviárias até o Rio de Janeiro e 20% para os que desembarcaram em São Paulo. Assim como aconteceu no Brasil, os vizinhos sul-americanos mais interessados em vir para as cidades-sede da competição foram os argentinos. Eles corresponderam 94,8% do tráfego registrado pelo site depois que a seleção do país estava classificada para a final do torneio da Fifa, esgotando as reservas rodoviárias disponíveis no site entre quinta e sexta-feira da mesma semana. O site que tem foco na venda de bilhetes internacionais, oferece no total, mais de dois mil destinos entre os países da América do Sul: Brasil, Chile, Argentina, Paraguai e Bolívia.

Por causa da Copa do Mundo, só neste ano, a startup chegou a disponibilizar em seu buscador online mais de 300 trechos rodoviários do Brasil com viagens a bordo de ônibus Executivos e Leito. As cidades brasileiras mais procuradas pelos estrangeiros foram: Porto Alegre, Rio de Janeiro, Curitiba, Brasília, Bahia e São Paulo. Graças à parceria que fez com empresas de ônibus do Brasil, o plataforma 10 também reservou grande número de passagens de ônibus de São Paulo para Rio de Janeiro e outras viagens interestaduais do Brasil, como Curitiba até Porto Alegre e Foz do Iguaçu para São Paulo. A agência de turismo na internet tem certificação ISSO 9001 e também facilita a compra de bilhetes rodoviários através de tabletes e celulares com internet, nos mesmos moldes de sites que vendem passagens aqui no nosso país.

Viação Itapemirim reforçará frota nas capitais durante a Copa

Itapemirim reforçará frota em Copa

Itapemirim reforçará frota em Copa

As capitais brasileiras que recebem o serviço rodoviário da viação Itapemirim deverão ver vários ônibus extras pelas ruas, durante os jogos da Copa do Mundo. Ela e outras empresas rodoviárias que realizam viagens interestaduais pelo país terão que se virar para compensar a grande procura por passagens de ônibus durante o evento.
Só em Curitiba, na capital do Paraná, a Urbanização da cidade, a Urbs garantiu que irá ampliar o número de trajetos rodoviários próximos a Arena da Baixada, além da criação de cinco linhas especiais, sendo que três delas não serão cobradas para quem desembarcar na capital a fim de torcer pela seleção brasileira. O estádio foi um dos escolhidos para receber jogos da competição da FIFA.

Quem pretende circular no centro da cidade e ir até a Arena para assistir as partidas, poderá embarcar em um dos ônibus Circular Copa, que terá embarque tarifado no valor das auto viações convencionais, sem passar dos R$ 2,70.
Outro veículo rodoviário deve ir às ruas para ligar o Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, com o Terminal Boqueirão, sem interrupções. O nome desse modal é Especial Aeroporto-Boqueirão.
Por este terminal rodoviário é possível pegar um ônibus biarticulado para viajar até o estádio. O percurso será reforçado durante o dia todo.
Linhas que garantem a locomoção de curitibanos em bairros internos da cidade também receberão mais ônibus em junho e julho deste ano.

A linha Unicuritiba I e II e PUC-PR levarão os passageiros até estacionamentos credenciados pela federação internacional de futebol e não cobram nada pelas passagens rodoviárias.
Além dos jogos, a Fun Fest organizada pela FIFA também contará com reforço nas linhas rodoviárias.
Em São Paulo e no Rio de Janeiro, onde são aguardados o maior número de turistas de dentro e fora do Brasil, novas operações de apoio serão praticadas em dias do torneio.
A companhia de ônibus Itapemirim circula nas capitais de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Pernambuco, Distrito Federal, Espirito Santo, Bahia, Rio Grande do Norte, Minas Gerais, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Ceará, Paraíba, Alagoas, Piauí, Goiás, Maranhão e Sergipe.