Expresso Guanabara investe em frota durante baixa temporada

Expresso Guanabara e outras companhia de ônibus estão investindo em novos veículos para viagens interestaduais.

Companhias de ônibus seguem investindo em suas frotas.

Nem mesmo a valorização dos veículos novos com tecnologia adequada para reduzir a emissão de poluentes e a desaceleração prevista na compra de passagens de ônibus, fez com que a Expresso Guanabara e outras companhias de ônibus concorrentes deixassem de investirem em suas frotas.
Depois que as mudanças nos escapamentos dos veículos entraram em vigor, a Anfavea, detectou queda de 9,6% nas compras e financiamentos feitos por empresários do setor rodoviário brasileiro. E só agora viu sinais de melhoras com ajuda de juros mais acessíveis e facilitação nas formas de pagamento dos veículos.
Em contrapartida, 2 novas mil linhas interestaduais e até fora do Brasil foram licitadas recentemente pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). O aumento nos serviços favoreceu a renovação das frotas, mesmo que tenha sido feito em menor proporção.

A Expresso Guanabara, que atua nas regiões Norte e no Centro-Oeste do Brasil, sendo uma das maiores do Nordeste, adquiriu vários ônibus do modelo Paradiso, da geração sete (G7). Os veículos são os primeiros da frota a apresentarem tecnologia com três eixos. Com informações da montadora Marcopolo é possível saber que a Guanabara não está sozinha nesse quesito. Outras empresas também mostram estar dispostas em qualificar seus serviços e adquirir veículos de última geração com modelos e configurações variadas para cativar os passageiros.
Em circulação desde 1992, a auto viação Expresso Guanabara é tradicional por renovar sua frota com frequência.

Todos os coletivos são rastreados via satélite e passam por manutenções preventivas.
Nas suas viagens rodoviárias são oferecidos ônibus do tipo Convencional, Executivo e Leito. No próprio ônibus convencional da empresa, há ar condicionado, banheiro químico e até poltronas reclináveis.
A diferença para o modelo executivo está no número de assentos, no encosto para as pernas e na diminuição de vezes em que os ônibus param durante a viagem.
Quem preferir embarcar em um dos veículos do tipo Leito viajará em um ônibus com menos lugares, mais conforto e serviços exclusivos que incluem DVD, manta, água mineral e fileira individual. Além das rotas tradicionais, é possível viajar com a Expresso Guanabara para o Recife, Teresina, Belém e Brasília.

Empresas de onibus em sp aguardam novo leilão da ANTT

Empresas de transporte de sp leilão ANTT

Empresas de onibus em sp e de outros estados do Brasil aguardam ansiosas o novo leilão com a licitação das linhas de ônibus interestaduais fornecida pela ANTT – Agência Nacional de Transportes Terrestres. A empresa anunciou recentemente a primeira rodada de licitação para este tipo de modal. É a promessa de preços mais baratos para os passageiros e garantia de melhorias nos serviços prestados pelas companhias rodoviárias que circulam por todos os estados brasileiros. Ao contrário do que acontece corriqueiramente nos leilões, a auto frotas campeã deverá apresentar o menor preço em suas tarifas, ficando assim, em primeiro lugar para escolher as linhas desejadas.

As mudanças na licitação beneficiam diretamente os usuários. Uma das vantagens mais importantes é a cobrança por melhores serviços e também a qualidade. Hoje as empresas de ônibus interestadual operam com autorizações especiais antigas e com algumas irregularidades, que muitas vezes passam pela fiscalização e atrasam as benfeitorias investidas no setor. As companhias de ônibus transportam 54 milhões de passageiros por ano em viagens interestaduais, e atualmente, têm autorizações especiais para circular. Se quiserem continuar, terão que vencer o processo de licitação, onde deverá ser aprovado o plano de novas linhas, valores de passagens e principalmente qualidade e infraestrutura dos ônibus que estão atualmente em circulação. Hoje são 250 companhias no mercado, porém com a nova licitação serão vencedoras no máximo 54. Os contratos serão de 15 anos, sem prorrogação.

Das 2.110 linhas em circulação pelas cidades estão às viagens com rotas de São Paulo-Rio de Janeiro, Recife-João Pessoa, e Brasília – Goiânia consideradas as mais procuradas e disputadas no setor rodoviário. A ideia é de que sejam incluídos 935 novos trechos por todo país, e que pequenas companhias de transporte, que enfrentam problemas estruturais, saiam de circulação. Outra regra que deverá ser seguida é a de que ônibus deverão ter idade média de cinco anos, e que os motoristas recebam curso de qualificação para ocupar o cargo. As exigências devem fazer a diferença na qualidade da prestação dos serviços mesmo com os preços mais baixos do que os últimos anos.

 

Viaçoes rodoviarias são obrigadas a apontar idade em Brasília

 

Viações rodoviárias Brasília

Viaçoes rodoviarias do Distrito Federal agora precisam revelar a idade máxima de vida útil de cada um dos seus ônibus. De acordo com o novo decreto publicado na segunda-feira, no dia 8 de julho, no Diário Oficial do Distrito Federal todos os coletivos de viagens que operam em Brasília deverão apresentar placas com indicação da data limite que cada veículo poderá chegar. A informação de responsabilidade das auto frotas deve ficar em um local visível para todos os passageiros. A média de idade imposta para os expressos brasileiros é de até sete anos de circulação, porém no Distrito Federal a realidade é outra. Lá os ônibus são aproveitados até nove anos.

Os modelos mais antigos e mais usados do País são os transportes intermunicipais que abastecem a região do ABC Paulista, mais precisamente na área cinco da EMTU – Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos. É provável que a diferença entre a utilização dos coletivos de viagens do ABC Paulista e do Distrito Federal só aumente com a licitação feita na capital do Brasil. O processo encabeçado pela prefeitura de Brasília diminui a idade funcional das frotas, altera os serviços de transporte e reduz o agrupamento de todas as operações do setor. Mesmo com a média de idade acima, o decreto já começa trazer benefícios para os usuários do serviço rodoviário.

Cinco companhias de ônibus foram licitadas e devem renovar a frota. Apenas a soma de duas delas é correspondente à vinda de mais de mil novos ônibus. Segundo o governo estadual, a expectativa é que o número de veículos zero quilômetro ultrapassem os três mil exemplares. A viação São José e a companhia Pioneira são duas das ganhadoras dos lotes de operação. Em São Paulo a realização da licitação para renovação das frotas ainda é um problema. Apesar de a Grande São Paulo estar licitada com vencimento de contratações para 2016, no ABC Paulista a realidade é mais distante. A necessidade de novas operações é tão irrevogável que até a EMTU garantiu que abriria nova licitação no começo de 2013. A mudança moderniza o setor e melhora a qualidade do serviço.

Empresas de onibus em sao paulo atendem decisão do Executivo

 Auto viações SP poder executivo

 

Empresas de onibus em sao paulo que atendem a população de Presidente Prudente, no interior do Estado, irão cumprir nova determinação feita pela prefeitura da cidade para diminuir o valor cobrado pelas tarifas de ônibus. Mesmo sem a ordem ser oficial, as companhias Pruden Express e TCPP se mostraram favoráveis à mudança que deixa a passagem de ônibus 10 centavos mais barata. De acordo com o coordenador do Centro de Gerenciamento Operacional, o CGO que tem controle sobre as duas auto frotas, José Ricardo Gois, independente das decisões tomadas pelo executivo municipal, as viagens deverão acontecer normalmente até que novas medidas sejam tomadas para ajustar as mudanças.

A grande preocupação de Gois é assegurar que o sistema operacional não seja reduzido para compensar a queda na receita das empresas. Tanto a frota, quanto os funcionários e até mesmo as linhas operantes devem ser mantidas. O CGO vai calcular os prejuízos e só depois fará uma analise para decidir o que fazer. A alteração no valor que antes era R$ 2,60 e agora passa a ser cobrado R$ 2,50 significa uma perca de 4% no preço do bilhete. Uma pequena diferença que pode representar muito quando é coletiva. Até 2012 acabar, as auto viações cobravam R$ 2,40 para as passagens de ônibus em Presidente Prudente. Com a justificativa dos aumentos no combustível, nos salários dos empregados e na taxa da inflação este valor subiu 20 centavos logo no primeiro dia de 2013.

Mesmo com o aumento anual, as empresas de transporte público já estão acostumadas com os pedidos de revogação e diminuição das tarifas, feitas pelos passageiros. E por isso estão preparadas para acatar as medidas de redução feita pela prefeitura. As duas companhias de ônibus entendem que o governo também passa por um momento de pressão e por isso devem concordar com a diminuição dos valores. Elas prometem estudar possibilidades para regularizar a queda na arrecadação compensando ou cortando gastos internos. Segundo pronunciamento oficial da prefeita de Presidente Prudente, o novo valor cobrado pelas tarifas de transporte coletivo entra em vigor no sábado, dia 22 de junho e não tem previsão de reajustes.

Ônibus Itapemirim completa 60 anos de atividades

 60 anos viação Itapemirim

A empresa de ônibus Itapemirim está completando 60 anos de atividade com intensa participação no crescimento do Brasil em 2013. Para celebrar a data simbólica, o departamento comercial da companhia resolveu adesivar alguns de seus ônibus com pinturas que lembram os antigos modelos de sua frota e contam um pouco da trajetória de empreendedorismo na viação. Os adesivos são reproduções de 1958, com o primeiro modelo estampando o nome da empresa na lataria, 1966, ano que em a Viação Itapemirim abre novos rumos em seu negócio empresarial, apresenta o Monobloco O-326 e a pintura na data anual de 1989 lembrando o mesmo designer da Scania K 112 CL, na década mais marcante para a Itapemirim, quando em 1980 consegue a licitação para operar a importante linha no eixo Rio – São Paulo e passa a ter forte influencia no cenário dos transportes rodoviários do Brasil.

Foi nesta data que uma das companhias de ônibus mais conhecida no país instalou a Camilo Cola, uma montadora de carroceiras responsável pela produção dos veículos operantes pela Itapemirim. A empresa terceirizada era um recurso que tornava os serviços da transportadora diferenciados da concorrência. Mas foi só no final dessa década que o conceito Tribus, com tração em três eixos passou a funcionar. A auto viação Itapemirim é até hoje reconhecida pelas suas inovações no setor rodoviário. A rodomoça, espécie de aeromoça dos ônibus e o tacógrafo que monitora o tempo de uso, a distância percorrida e a velocidade dos veículos foram novidades apresentadas pela empresa.

Hoje, o tacógrafo, por exemplo, é item obrigatório para veículos de grande porte. Além de estar sempre à frente da concorrência, a Itapemirim também marcou historia de muitos brasileiros. Segundo a gerência comercial da corporação, a pintura tem agradado e feito os passageiros se lembrarem do passado. Assim que os adesivos foram colados nas auto frotas, muitos comentaram a respeito. Os motoristas e quem trabalham no guichê são os que mais ouvem os elogios. Essa foi à forma que a empresa encontrou de homenagear seus antigos e novos passageiros e os fanáticos por ônibus, chamados de busólogos.

 

Cometa Viagens vê China construir ônibus elétrico nos EUA

 Grande produção ônibus rodoviários

A Cometa Viagens, uma das mais antigas e populares companhias de viação do Brasil está acompanhando o mercado internacional das principais montadoras e observando a evolução na tecnologia dos ônibus para preservar os recursos naturais do planeta. Uma das grandes evoluções vistas pelas empresas aqui no país é a nova linha da companhia chinesa BYD. O modelo deste ônibus milionário é completamente movido a eletricidade e não polui o ar. A China esta desenvolvendo o BYD especialmente para ser utilizado no estado da Califórnia, nos Estados Unidos. Este é o primeiro contato entre o console e os passageiros, mais a produção não deve parar por aqui. Pelo que estimam, deverá ser produzido cerca de mil ônibus todos os anos, por pelo menos duas décadas.

Long Beach vai receber dez dessas primeiras unidades ainda em 2014. Os próximos 50 veículos chineses serão entregues a uma base no deserto de Mojave. A BYD Motors possui duas bases instaladas nos Estados Unidos. Uma apenas para realizar as montagens dos expressos, localizada na Califórnia, e outra para fabricação de baterias de fosfato de ferro, responsável pelo armazenamento da energia elétrica que move os veículos, na região leste de Los Angeles. Para construir as fábricas em terreno americano a montadora chinesa gastou aproximadamente US$ 10 milhões. Os valores para se ter um desses veículos pode variar de US$ 100 mil até US$ 200 mil, porém o retorno é rápido e garantido.

As três potentes baterias movimentam os coletivos de viagens por até 250 quilômetros consumindo o ar condicionado a jornada inteira sem descarregar parte da carga. A montadora BYD também pensa em gerar empregos nos Estados Unidos para acelerar o processo de produção dos exemplares elétricos. Não é apenas na Califórnia que a montadora esta presente. Desde 1995 quando fui fundada está em processo de expansão, passando por Hong Kong, Taiwan, Índia, Coréia do Sul, Japão e países europeus. No total, mais de 150 mil pessoas estão trabalhando na empresa da China. Segundo informações, essa auto frotas está sondando a possibilidade de se instalar uma base no Brasil, e participar do mercado rodoviário sul-americano.

 

Preço para comprar passagem rodoviária anima Superarticulados

Excelentes preços passagens rodoviárias superarticulados

Comprar passagem rodoviária com baixo custo em São Paulo é um dos fatores positivos vistos pela prefeitura da cidade e empresários do setor para aquisição de novos veículos Superarticulados. Segundo dados da montadora Caio, só em São Paulo serão disponibilizados cerca de 100 novas unidades do modelo Millennium BRT. Uma das empresas que já comprou parte da frota superarticulada é a VIP – Viação Itaim Paulista. O restante ainda vai ser negociado com empresas de ônibus que vencerem a licitação para prestar os serviços de transporte urbano. Este modelo é ainda maior e mais capaz de transportar o maior número de tripulantes em uma única viagem. São 23 metros de comprimento contra 18 dos antigos.

Se o ônibus chegar a sua lotação máxima transportará 30% mais passageiros do que os articulados já vistos em São Paulo. No total são 175 passageiros, 117 em pé e 58 sentados, com liberdade para cadeirantes e espaço reservado aos cães guias que acompanham passageiros com deficiência visual.  O chassi 500 UDA da Mercedes Benz é o responsável pela amplitude deste modelo. Existem dois eixos presentes próximos à articulação que propiciam mais força e tamanho elevado. Outros municípios e auto frotas de outras regiões já se interessaram pela modelo superarticulado da Caio. Os grandes ônibus poderão aparecer em breve.

Dentro do veículo a montadora também oferece dispositivos opcionais: ar condicionado, sistema de monitoramento computadorizado para junção carroceria e abertura de portas laterais. A grande inovação interna vista neste modelo é a poltrona. De acordo com a montadora elas são menos densas do que as convencionais proporcionando melhor repouso e mais praticidade na hora de concertá-las.  O formato da carroceira e até mesmo o chassi foram criados pontualmente para se adaptarem bem aos sistemas de mobilidade do Brasil. A Mercedes Benz explica que o BRT – Bus Rapid Transit, e outras obras de grande porte são grandes exemplos para direcionar a aplicação destes coletivos de viagens. Os corredores de ônibus do tipo BRT são apostas para melhorar o trânsito durante os jogos da Copa do Mundo de 2014 e incentivos em cidades beneficiadas pelo PAC Mobilidade.

Ônibus para região de São Paulo tem novas tecnologias

ônibus para viagens rodoviárias

Até junho de 2013 novas tecnologias serão instaladas em ônibus para Mauá, região da Grande São Paulo.  O que os passageiros comemoram são os avanços e as novas ferramentas aplicadas na parte sistemática dos veículos coletivos. As mudanças aconteceram porque uma das companhias de transporte responsável pela travessia em Mauá, a Leblon Transporte de Passageiros firmou uma parceria com outra empresa especializada neste tipo de negócio. Com as duas junta será possível levar informação, prestar serviços com mais qualidade, entreter, e proporcionar uma viagem mais segura e confortável para quem pretender viajar por terra. Segundo a Leblon cerca de 50 de seus ônibus de uma frota com 90 modelos da linha Leblon Transporte já estarão nas ruas com o novo sistema tecnológico totalmente ativado.

Dentro dos coletivos de viagens ficarão disponíveis monitores com 22 polegadas para entreter os passageiros com uma programação única. A ideia é transmitir boletins informativos, dicas sobre o transporte, serviços de utilidade, e outros conteúdos de entretenimento. A Leblon quer aproveitar a programação para inserir propagandas de outros comércios externos enquanto os passageiros assistem o que é transmitido dentro dos ônibus. Quem esta modernizando a linha é a empresa Redeinbus – Mídia em Movimento, especializada em tecnologia para sistemas de mobilidade. Cerca de 15 expressos rodoviários já circulam pela cidade com o sistema de televisores da Redeinbus. No contrato firmado entre as empresas, os mecanismos de segurança dos usuários e dos profissionais também foram questionados, e por isso devem sofrem alterações.

Mais duas câmeras de segurança serão aplicadas em todos os ônibus da empresa licitatória de Mauá. Antes já havia nos veículos urbanos quatro câmeras de monitoramento. Com o aumento das câmeras o controle na entrada e saída dos passageiros ajudará a evitar tumultos e até mesmo assaltos durante as viagens. Cinco câmeras serão instaladas nas portas e uma fica para fora da veículo, no para-brisas para identificar ocorrências de trânsito. No painel do motorista todas as imagens captadas por elas serão observadas pelo condutor através de um monitor. As auto frotas que já possuem esse tipo de dispositivo proporcionam mais segurança na hora de embarcar novos passageiros.

Design inovador eleva viações rodoviárias pelo mundo

novo design viações rodoviárias

Uma encarroçadora gaúcha está ajudando a elevar as viações rodoviárias do Brasil depois de lançar um dos modelos de ônibus mais modernos do mundo. O lançamento é tão inovador que deve erguer a colocação do nosso país no ranking das melhores atividades realizadas no setor da indústria, feita no último ano. Apesar de o setor industrial brasileiro ser um dos mais respeitados pelos demais continentes, são essas iniciativas que dão manutenção a boa reputação das auto frotas e dos projetos feitos no Brasil. O ônibus Neobus, como é popularmente identificado deve também se destacar em viagens rodoviárias de longas e de médias distâncias.

Projetado em moldes internacionais, o Neobus, aposta em uma carroceria com poucos desenhos e poucas dobras. A mudança que já vem sedo apreciada por donos de companhias de ônibus e os próprios passageiros, foi inspirada na Europa. Todo o kit de iluminação do veículo é composto por luzes de LED.  O ônibus também oferece pára-brisas em todos os vidros. É uma forma de tornar a visão, do passageiro, mais adequada em dias de mau tempo. Dentro do veículo coletivo, as luzes que compõe o ambiente requintado, ganham destaques, afinal elas tornam a viagem mais agradável. O conforto também está nas amplas e ergométricas poltronas. O piso tem aparência de madeira.

Neobus está em funcionando no Brasil em duas versões. Quem optar pela classe principal terá monitores individuais com fones de ouvido para assistir diversos canais de TV. Apesar de ser bonito por fora, não é apenas no design que o Neobus se destaca dos demais. Uma das inovações do novo modelo está na reposição de pneus. Para facilitar a manutenção, o estepe fica atrás do ônibus guardado em uma gaveta basculante. Até as peças que são encontradas no sistema hidráulico dos expressos foram todas padronizadas. Com isso ajuda o trabalho e garante mais economia. Privilegiado também é o motorista, ele tem um computador de bordo que o informa sobre as condições de tempo e o desempenho do veículo. A tela do computador é de flip, sensível ao toque. E ainda tem uma geladeira só para ele enquanto realiza viagens mais longas.

Bilhete Único abaterá reserva de passagens de ônibus em SP

Se você mora em São Paulo e anda sem tempo para garantir o bilhete das auto frotas toda vez que vai sair de um lugar para o outro, não se preocupe. Caso a promessa do prefeito Fernando Haddad, do PT, se concretizar, em novembro deste ano você poderá pagar apenas uma taxa mensal para ter o direito de usar os expressos rodoviários por quantas vezes precisar, através do Bilhete Único Mensal. Antes de o prazo acontecer, o serviço já vai ser utilizado e testado por portadores de deficiência, idosos e estudantes. O valor pago para se ter o beneficio ainda não foi definido pelo prefeito, mas não deve ultrapassar R$150 mensais.á em abril, a prefeitura esta fazendo o cadastramento do novo sistema. Estima-se que cerca de sete milhões de usuários dos ônibus farão o cadastro.

Atualmente, São Paulo possui mais de 20 milhões de bilhetes únicos circulando entre ônibus, metros e trens. De acordo com Jilmar Tatto, secretário municipal de transportes, o interessado deverá preencher uma ficha pela internet, informando o seu CPF antes de realizar o cadastro físico. Só depois será chamado pelo sistema de reserva de coletivos de viagens para colher a impressão digital, um mecanismo de segurança para identificar biometricamente o dono dos cartões. Para a prefeitura avançar com o projeto é preciso que o processo de renovação da concessão das unidades das auto viações seja concluído.

Os ônibus também deveram fornecer o validador biométrico do Bilhete Único Mensal. Aproximadamente 15 mil transportes coletivos urbanos da capital já possuem um. Além disso, as mudanças para novas tecnologias não param por ai. Em breve o serviço contará com recarga na catraca, venda em sites especializados e pagamento com cartão do banco ou do celular. Medidas essas, que ajudam a coibir as fraudes no serviço de reserva de passagens das empresas de ônibus. O prefeito de São Paulo estimou em R$ 140 o valor do Bilhete Único Mensal, o que permitiria no total, 46 viagens de ônibus com direito a transferência grátis para até três ônibus em três horas. Outra novidade é a modalidade do bilhete em versão semanal.  Por hora ainda também sem valor definido.