Justiça do ES pode decretar falência à viação Itapemirim

viação ItapemirimA Justiça do Espírito Santo deu prazo de dois meses a viação Itapemirim para apresentar um plano de recuperação judicial sobe as dívidas que tem. Fazem parte do processo protocolado no dia 7 de março, as empresas Viação Itapemirim, Transportadora Itapemirim, ITA – Itapemirim Transportes, Imobiliária Bianca, Cola Comercial e Distribuidora e Flecha Turismo Comércio e Indústria. Se a companhia de ônibus mais antiga do Brasil não apresentar o documento dentro do prazo ou tiver reprova do plano por parte de seus credores, o juiz da 13º Vara Cível Especializada Empresarial de Vitória poderá decretar falência da empresa.

O prazo para que os credores possam se manifestar e aprovar o plano é de 180 dias. Segundo a auto viação, o prazo estipulado será suficiente para elaborar o plano de recuperação que a empresa precisa para convencer os credores a seguir com as cobranças em frente. O pedido de recuperação judicial comprova que a empresa fundada por Camilo Cola, em 1953, não tem recursos próprios suficientes para quitar suas dividas, já que o Brasil tanto quanto o modal rodoviário do país estão enfrentando uma crise financeira muito instável para ampliação dos empreendimentos. Já com problemas financeiros, no meio do ano passado a Itapemirim abriu mão de 40% de seus veículos e transferiu pelo menos metade de suas linhas em operação para a companhia de ônibus Kaissara.

Com a fusão aprovada pela ANTT, a companhia Itapemirim deixou de operar em 68 rotas das 118 que tinha direito. Com apenas 50 linhas rodoviárias em atuação, a viação passou a trabalhar com apenas 43% de sua capacidade de venda e operação. Com a queda no volume de passageiros, entre os últimos cinco anos, a companhia Itapemirim não foi capaz de suportar a inflação que encareceu o preço dos pneus, combustível, pedágio e das manutenções periódicas em sua frota. Para o diretor de operações da empresa, a falta de reajuste no preço das viagens de ônibus interestaduais e a expansão das políticas de gratuidades (estudantes, idosos) também prejudicou as finanças de uma das maiores empresas de transporte rodoviário do Brasil.

Viação Itapemirim vende passagens internacionais em site estrangeiro

Parceria entre sites garante viagens internacionais.

Parceria entre sites garante viagens internacionais.

A viação Itapemirim e a companhia Pluma famosa por transportar argentinos, paraguaios e chiles em viagens para dentro e fora do Brasil, venderam centenas de passagens de ônibus internacionais durante a Copa do Mundo, através de um e-commerce estrangeiro. O site com o nome de Plataforma 10 fez uma parceria com as empresas brasileiras para oferecer aos internautas que estavam interessados em acompanhar os jogos da Copa, viagens de ônibus de Buenos Aires para o Rio de Janeiro, com embarques diários.

Com a procura em alta, o trajeto que dura cerca de 40 horas aqueceu as vendas internacionais do site estrangeiro que registrou aumento de 82% nas reservas rodoviárias até o Rio de Janeiro e 20% para os que desembarcaram em São Paulo. Assim como aconteceu no Brasil, os vizinhos sul-americanos mais interessados em vir para as cidades-sede da competição foram os argentinos. Eles corresponderam 94,8% do tráfego registrado pelo site depois que a seleção do país estava classificada para a final do torneio da Fifa, esgotando as reservas rodoviárias disponíveis no site entre quinta e sexta-feira da mesma semana. O site que tem foco na venda de bilhetes internacionais, oferece no total, mais de dois mil destinos entre os países da América do Sul: Brasil, Chile, Argentina, Paraguai e Bolívia.

Por causa da Copa do Mundo, só neste ano, a startup chegou a disponibilizar em seu buscador online mais de 300 trechos rodoviários do Brasil com viagens a bordo de ônibus Executivos e Leito. As cidades brasileiras mais procuradas pelos estrangeiros foram: Porto Alegre, Rio de Janeiro, Curitiba, Brasília, Bahia e São Paulo. Graças à parceria que fez com empresas de ônibus do Brasil, o plataforma 10 também reservou grande número de passagens de ônibus de São Paulo para Rio de Janeiro e outras viagens interestaduais do Brasil, como Curitiba até Porto Alegre e Foz do Iguaçu para São Paulo. A agência de turismo na internet tem certificação ISSO 9001 e também facilita a compra de bilhetes rodoviários através de tabletes e celulares com internet, nos mesmos moldes de sites que vendem passagens aqui no nosso país.

Veículo da Viação Itapemirim pega fogo na linha SP x Rio

Viação Itapemirim

Apesar da pane, veículo foi fabricado no ano passado.

Cerca de 30 passageiros que estavam a bordo de um dos ônibus da Viação Itapemirim tiveram que abandonar a viagem rodoviária antes mesmo de chegar ao seu destino final.
Uma suposta pane elétrica provocou o incêndio no veículo que operava a linha entre um dos trechos mais movimentados do Brasil, no Km 319 da Rodovia Presidente Dutra, na altura de Itatiaia e antecipou a parada de todos que estavam viajando. Segundo relatos da equipe da concessionária Nova Dutra, empresa que administra a rodovia de onde aconteceu o acidente, o motorista e os tripulantes conseguiram sair ilesos, antes que o fogo tomasse conta do interior do veículo.

Quem vinha sentido São Paulo com destino para o Rio de Janeiro, parou para acompanhar a ação do Corpo de Bombeiros, que apagou as chamas evitando riscos aos demais automóveis que trafegavam pela estrada.
De acordo com alguns passageiros, ocupantes do ônibus sentiram cheiro de fumaça vindo dos fundos do coletivo, quando o ônibus estava passando pelo pedágio que corta Itatiaia. Foi ai, que o motorista decidiu encostar o veículo em uma área segura para realizar o desembarque dos passageiros. Mesmo assim, o fogo se alastrou pelas imediações do veículo, obrigando o motorista parar com o veículo no meio da pista de acesso até a cidade mais próxima.
Todos os passageiros do coletivo foram até um restaurante que fica nas proximidades. Ninguém ficou ferido, conforme informação do corpo de bombeiros.

Testemunhas acreditam que o ônibus pegou fogo por causa de uma pane elétrica.
Homens do 23º Grupamento de Bombeiro Militar (GBM) de Resende utilizaram três viaturas para conter as chamas.
Policiais da 7ª Delegacia de Polícia Rodoviária Federal (PRF) e do 37º Batalhão de Polícia Militar (BPM) também participaram da ação com a intensão de estabelecer a segurança daqueles que passavam pelo local.
O trecho da rodovia ficou interditado por cerca de duas horas. Neste período, o fluxo de veículos foi desviado através de uma das pistas auxiliares da Dutra.
O veículo que foi fabricado no ano passado e ficou totalmente queimado, também foi removido do local.
A companhia de ônibus não se manifestou sobre o fato.

Nova frota da viação Itapemirim beneficia mulheres a bordo

Viação Itapemirim investe em nova frota de veículos para se destacar da concorrência em 2014. Veículos oferecem dois sanitários , com uso exclusivo para mulheres.

Banheiro exclusivo para mulheres

Por causa da competição desigual no preço das passagens rodoviárias entre a concorrência e a variação nas tarifas aéreas, empresas de transporte coletivo que interligam os estados brasileiros, irão apostar tudo o que têm em suas frotas, durante esse ano. Veículos novos, mais modernos e cheios de equipamentos que permitem uma viagem de ônibus mais confortável deverão ser vistos com mais frequência nas rodovias do Brasil.
A mudança aguardada para acontecer gradativamente, é o reflexo de sobrevivência no mercado de transporte rodoviário intermunicipal e interestadual, responsáveis por longas linhas. Já que a disputa pelos passageiros de ônibus não acontece apenas entre as próprias companhias de transporte, mas também divide uma fatia com as viagens de avião e o mercado de fretamento e turismo irregular.

Quem é dono de uma companhia dessas tem que aprender a conviver e competir com as promoções e os preços acessíveis nas passagens de avião, que dos últimos anos passou a roubar muitos clientes do setor rodoviário. O livre acesso para adquirir um carro de passeio também tem prejudicado os coletivos de viagem.
Até o transporte clandestino, que põe a vida do passageiro em perigo e vende bilhetes de ônibus para veículos em péssimas condições, ainda conquistam boa parte dos turistas, por causa dos preços mais acessíveis.
Por esses e outros motivos, empresários se viram na obrigação de investirem em suas frotas, adequando suas operações e melhorando o atendimento, além de trabalhar com mais tecnologia e facilitar a compra das passagens pela internet.

Para se diferenciar da concorrência durante este ano, a viação Itapemirim, que opera em rotas de longa distância e cobre ao menos 70% de todo território nacional, comprou um lote de ônibus, totalizando 150 novos veículos.
Todos eles garantem uso de um sanitário exclusivo para uso das mulheres. No total, segundo a companhia, toda a frota terá dois banheiros à disposição dos passageiros.
Os novos modelos possuem a carroceria da Marcopolo Paradiso Geração Sete, que também se preocupa com o meio ambiente.
Passageiros que embarcarem nos ônibus convencionais poderão desfrutar de um dos 42 lugares disponíveis, acessar a internet gratuitamente e curtir a paisagem através das janelas panorâmicas.

Determinação da ANTT prejudica economia da viação Itapemirim

Viação ItapemirimApesar de garantir mais conforto para quem embarca nos ônibus diariamente e reduzir os níveis de poluentes despejados pelos escapamentos, a determinação feita pela Agência Nacional de Transportes Terrestres, a ANTT, para que todas as companhias de ônibus renovassem suas frotas a cada cinco anos, colocou algumas empresas de transporte público em situação desfavorável.

Além de encarecer os gastos das viações, a medida também prevê uma série de exigências que comprometem os orçamentos estimados de grandes empresas como é o caso da viação Itapemirim.

A operadora de viagens interestaduais que possui mais de 60 anos de atuação e é líder no setor em todo o estado do Rio de Janeiro está sentindo os reflexos dessa mudança.

Desde o começo do ano passado, a companhia foi obrigada a operar parte do trecho que liga a capital carioca até um dos terminais rodoviários de São Paulo com carros alugados de outras empresas de turismo, sem mesmo descaracterizar a marca e as pinturas dos veículos utilizados.

Apesar disso, há rumores entre usuários e pessoas ligadas à empresa e outras órgãos do setor de que a própria viação Itapemirim teria buscado na Justiça o direito de circular com seus antigos ônibus do modelo Goldem e Climm, no eixo Rio de Janeiro x São Paulo.

As exigências sobre a frota da “amarelinha” também abriu procedentes para que supostas manobras de favorecimentos a outras empresas concorrentes fossem discutidas entre empresários e grupos de investimos.

Com a renovação da frota e a redução no preço das passagens, depois que milhares de pessoas foram às ruas para protestar contra o aumento, qualificar os serviços se tornou tarefa difícil para algumas companhias de ônibus que operam em grande proporção.

Apesar do momento de instabilidade financeira, a viação Itapemirim está buscando alternativas para se manter no topo da temida concorrência rodoviária que abrange dois dos principais estados do país.

Recentemente, negociações entre o Grupo Cola, dono da Itapemirim e o Grupo Águia Branca garantiram à empresa, veículos novos da marca Marcopolo Paradiso 1200 sob o chassi Mercedes-Benz, o O-500RSD. O modelo oferece dois banheiros dentro de todos os ônibus.

Ônibus Itapemirim completa 60 anos de atividades

 60 anos viação Itapemirim

A empresa de ônibus Itapemirim está completando 60 anos de atividade com intensa participação no crescimento do Brasil em 2013. Para celebrar a data simbólica, o departamento comercial da companhia resolveu adesivar alguns de seus ônibus com pinturas que lembram os antigos modelos de sua frota e contam um pouco da trajetória de empreendedorismo na viação. Os adesivos são reproduções de 1958, com o primeiro modelo estampando o nome da empresa na lataria, 1966, ano que em a Viação Itapemirim abre novos rumos em seu negócio empresarial, apresenta o Monobloco O-326 e a pintura na data anual de 1989 lembrando o mesmo designer da Scania K 112 CL, na década mais marcante para a Itapemirim, quando em 1980 consegue a licitação para operar a importante linha no eixo Rio – São Paulo e passa a ter forte influencia no cenário dos transportes rodoviários do Brasil.

Foi nesta data que uma das companhias de ônibus mais conhecida no país instalou a Camilo Cola, uma montadora de carroceiras responsável pela produção dos veículos operantes pela Itapemirim. A empresa terceirizada era um recurso que tornava os serviços da transportadora diferenciados da concorrência. Mas foi só no final dessa década que o conceito Tribus, com tração em três eixos passou a funcionar. A auto viação Itapemirim é até hoje reconhecida pelas suas inovações no setor rodoviário. A rodomoça, espécie de aeromoça dos ônibus e o tacógrafo que monitora o tempo de uso, a distância percorrida e a velocidade dos veículos foram novidades apresentadas pela empresa.

Hoje, o tacógrafo, por exemplo, é item obrigatório para veículos de grande porte. Além de estar sempre à frente da concorrência, a Itapemirim também marcou historia de muitos brasileiros. Segundo a gerência comercial da corporação, a pintura tem agradado e feito os passageiros se lembrarem do passado. Assim que os adesivos foram colados nas auto frotas, muitos comentaram a respeito. Os motoristas e quem trabalham no guichê são os que mais ouvem os elogios. Essa foi à forma que a empresa encontrou de homenagear seus antigos e novos passageiros e os fanáticos por ônibus, chamados de busólogos.