Licitação de linhas rodoviárias pode prejudicar viação Itapemirim

Itapemirim vende companhias para quitar dívida.

Itapemirim vende companhias para quitar dívida.

Novas licitações que serão realizadas pelo Governo Federal até final do ano que vem, podem agravar os problemas financeiros de uma das maiores companhias de ônibus do Brasil. Fundada em 1953, a viação Itapemirim corre o risco de perder suas melhores linhas rodoviárias e sofrer baixas em rotas comercializadas com valores das passagens de ônibus acima da concorrência. Com a intervenção do Governo, pelo menos 1600 trajetos de ônibus interestaduais passaram a ser disputados novamente. Ganha o direito de operar em determinado destino, a companhia rodoviária que apresentar o preço da passagem mais barato. Para isso vai ser preciso reduzir as margens de lucro conquistas com a venda dos bilhetes.

Segundo o secretário de Política Nacional de Transportes, Marcelo Perrupato, empresas de ônibus mal gerenciadas e com problemas financeiros dificilmente conseguiram participar da licitação. Apesar de ter transportado mais de 3.2 milhões de passageiros só no ano passado, os prejuízos da companhia Itapemirim ainda são grandes. Desde os últimos dez anos, a empresa vem travando uma verdadeira batalha para quitar uma dívida de cerca de 200 milhões de reais. Em 2013 chegou a desembolsar R$ 37 milhões em juros e encargos e teve que aprender a ligar com as quedas nas vendas das passagens.

De 2007 pra cá, concorrentes como a viação Águia Branca e a Cometa tiveram salto significativo no número de clientes. O reflexo das dificuldades administrativas, já se vê na frota de ônibus, considerada uma das mais ultrapassados do país, com idade média de dez anos. Com medo das mudanças no setor rodoviário, a direção da Itapemirim decidiu se desfazer de parte de seus negócios para tentar se reerguer. Há pouco tempo já vendeu uma garagem que tinha no Distrito Federal, repassou duas empresas de ônibus secundárias a um grupo de investidores, e dispões de dois terminais de carga, localizados no Rio de Janeiro e em São Paulo. Com o dinheiro obtido, a viação pagou parte da dívida e começou a investir em novos ônibus, e outros negócios paralelos. É esperado que ainda no final desse ano, a empresa consiga atingir lucros de R$ 19 milhões.

Expresso Guanabara ouve reclamações em ouvidoria móvel

Expresso Guanabara ouve usuários.

Expresso Guanabara ouve usuários.

Além de se considerada uma das empresas de ônibus mais bem avaliadas na qualidade dos serviços em relação aos impactos causados ao meio ambiente com as emissões de gases poluentes, a expresso Guanabara está inovando na hora de buscar mecanismos para facilitar a comunicação com seus clientes. Desde o começo do ano, a companhia rodoviária está ouvindo reclamações, tirando dúvidas e até recebendo elogios de seus passageiros, durante feriados prolongados e datas de maior procura por passagens de ônibus em trajetos oferecidos pela empresa. Durante o último Carnaval no nordeste brasileiro, a auto viação lançou o serviço de ouvidoria móvel, uma espécie de bate papo com atendentes da empresa durante uma blitz na rodoviária de Fortaleza, no Ceará.

A intensão da ouvidoria é ampliar os canais de comunicação entre a empresa e o consumidor e colher informações para que a transportadora possa investir de maneira certeira na melhoria e no conforto de suas viagens de ônibus.
Quem esteve embarcando durante os cinco dias de folia, na capital do Ceará, pôde elogiar, criticar, dar sugestões e até mesmo opinar sobre alguns serviços oferecidos pela Expresso Guanabara. Para a direção da empresa, o objetivo é expandir o serviço até os principais terminais rodoviários dos Estados localizados no norte do Brasil e se alojar em agências com atendimento credenciado e espalhadas por todo o país.
Apesar de começar com a ouvidoria só agora, a empresa já é bem adiantada no que diz respeito à relação entre os passageiros e a empresa.

A Guanabara tem um SAC – Sistema de Atendimento ao Consumidor e vários perfis ativos nas principais redes sociais da internet.
Segundo o departamento de marketing da Guanabara, as respostas passarão por uma triagem e em seguida, servirão para que o setor formalize uma pesquisa. O documento servirá de suporte para garantir a satisfação de usuários que viajam com a empresa.
Viação Expresso Guanabara está entre as cinco maiores companhias de ônibus do Brasil. Opera em cerca de 200 linhas e possui uma frota com 400 ônibus rodoviários endereçados a mais de 1000 destinos, espalhados nas regiões Norte, Centro-Oeste e Nordeste, marcando presença em 12 estados e no Distrito Federal.

 

Viação Útil bate recorde de venda em jogo da seleção colombiana

VIação Útil vende 300% a mais no último sábado.

VIação Útil vendeu 300% a mais no último sábado.

Não é só a amarelinha do Brasil que vem trazendo sorte e bons negócios para a viação Útil. A companhia de ônibus que tem Sala Vip no terminal Novo Rio, no Rio de Janeiro, viu suas vendas de passagens rodoviárias emplacarem no dia em que a seleção da Colômbia estreou na Copa do Mundo do Brasil contra a destemida Grécia, em jogo marcado em uma vitória tranquila, por 3 x 0.
Apesar de a empresa rodoviária ser muito acionada em viagens de ônibus interestaduais e intermunicipais do Rio, foi em Belo Horizonte que as catracas baterem o maior recorde de venda anual já registrado.
Segundo a própria Útil, só no sábado (14), a procura por bilhete de ônibus vendidos pela transportadora aumentou em pelo menos 300%.

A maioria dos passageiros que embarcaram durante o final de semana seguiram até o Estádio Governador Magalhães Pinto, o Mineirão, palco do duelo futebolístico pela primeira rodada do Mundial.
A companhia Útil não foi a única a lucrar com a vinda de turistas estrangeiros e o estimulo nas viagens feitas por torcedores brasileiros. Muitas agências de viagens também registram aumento no número de passagens de ônibus vendidos durante esse mês. Por causa da aproximação territorial entre os países sul-americanos, muitos torcedores colombianos desembarcaram no Brasil para participar do evento FIFA. Desestabilizados economicamente, a maioria deles optou pelo serviço rodoviário para circular entre os estádios.

A diferença de preço entre os dois sistemas de transportes mais populares também ficou nítida na Rodoviária do Rio de Janeiro. De acordo com a administradora do terminal rodoviário, muitos turistas de nacionalidades sul-americanas preferiram dormir em um espaço montado para clientes acompanharem os jogos da Copa, no setor de embarque. A pior reclamação é com o preço cobrado nos hotéis e albergues mais próximos dos estádios que estão sediando o torneio. Para usar o local é preciso pagar uma taxa diária de R$ 10,00 para guardar as malas e mais R$ 5,00 para ter acesso ao banheiro da rodoviária. Mesmo com o corte do astro Falcão Garcia, a torcida colombiana segue otimista e muito entusiasmada com os jogos.

Viação Catarinense instala agência em São José dos Pinhais

Catarinense inaugura agência própria.

Catarinense inaugura agência própria.

Quem pretende deixar a cidade de São José dos Pinhais, no Paraná, durante os finais de semana e os feriados prolongados para curtir a folga com os amigos e família, pode reservar as passagens de ônibus sem enfrentar filas e muito menos utilizar o serviço online.
Os embarques oferecidos pela viação Catarinense são comercializados na cidade em uma agência própria chamada de “Pinheirão”.
De lá é possível garantir todas as viagens rodoviárias disponíveis a bordo da companhia de ônibus que tem hegemonia no estado de Santa Catarina e pela auto viação Expresso do Sul.
O prédio localizado na Rod. BR 376, 2998 – Campina, São José dos Pinhais, fica aberto das 6 horas da manhã até as 22h20, todos os dias.

A nova instalação faz parte de uma estratégica de marketing adotada pela empresa rodoviária. A intenção é facilitar a compra de usuários da região e melhorar o atendimento daqueles que precisam utilizar o serviço rodoviário e que por algum motivo não querem ou não podem ir até o terminal rodoviário. A grande virtude da agência é justamente essa, poupar a ida dos clientes até a Rodoferroviária de Curitiba, na capital do estado.
Apesar de estar instalado na rodovia, o local é muito mais acessível do que a rodoviária da capital e por isso tem agradado muitos moradores de São José dos Pinhais.
Para mais informações, a nova agência da Catarinense tem atendimento telefônico pelo número (41) 3384-2647 e também responde dúvidas, ouve reclamações e reinvindicações pelo e-mail: pinheirao@catarinense.net.

Os trajetos atendidos pela viação Catarinense e a Expresso do Sul também podem ser reservados pela internet. O site Quero Passagem, lançado no final do ano passado é um das opções. No mecanismo online é possível escolher a poltrona, indicar o horário e data de partida e de volta e ainda parcelar as compras pagas com cartões de crédito.
Para poder embarcar dessa maneira, é obrigatória a retirada do voucher no guichê da companhia selecionada, meia hora antes do horário de partida.
Por causa da grande demanda de turistas estrangeiros durante a Copa do Mundo, a startup também disponibiliza versões em inglês e espanhol e aceita cartões internacionais.