Viação 1001 leva passageiros até hotel em Búzios

viagem rodoviáriaCompre suas passagens de ônibus com a viação 1001 e faça check-in, sem pegar um táxi da rodoviária de Búzios até o hotel. Quem desembarca no Rio de Janeiro, através do Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro-Galeão pode contar com os serviços rodoviários de uma das maiores operadoras do Brasil, para chegar até o município de Búzios, na Região dos Lagos. Além de fazer o embarque dos passageiros direto do Galeão, a companhia de ônibus 1001 também viabiliza o transporte dos seus clientes, até o hotel, sem que ele paga mais por isso. O trajeto tem duração de três horas e pode ser reservado na internet, por meio de sites como o Quero Passagem. A passagem de ida custa em média R$ 65 e não há paradas no caminho.

Mudanças nas linhas intermunicipais de Niterói
A Zona Sul de Niterói recebeu mudanças nos pontos finais das linhas intermunicipais operadas pela viação 1001, devido as obras da Via TransOceânica. Em vigor desde o dia 19 de abril, as paradas foram transferidas em cerca de 70 metros à frente, para liberar os trechos que receberão as obras.

Saiba quais as linhas da 1001 foram transferidas para o novo Ponto:

  • 740D – Charitas x Copacabana
  • 750D – Charitas x Gávea
  • 2750D – Charitas x Gávea
  • 760D – Charitas x Galeão
  • 2760D – Charitas x Galeão
  • 775D – Charitas x Gávea (Via Lapa)
  • 1905D – Charitas x Castelo
  • 1910D – Integração Barcas (Charitas x Itaipú)

As linhas Charitas x Copacabana e Charitas x Gávea foram substituídas com ponto saindo da Rua Santo Cristo para a Avenida Cidade de Lima próximo a Rua Mendonça. O novo itinerário das linhas 1905D (Charitas x Castelo – via Ingá) e 2905D (Charitas x Castelo), no sentido Rio de Janeiro, também já está em vigor, incluindo a Avenida Rodrigues Alves, Túnel da Via Expressa, Avenida General Justo, Avenida Marechal Câmara, Avenida Franklin Roosevelt, Avenida Presidente Antônio Carlos e Terminal Menezes Côrtes, sentido Castelo.

Viação 1001 opera com ônibus extras durante a Páscoa

viação 1001O feriado santo comemorado desde a sexta-feira (27) reuniu milhares de pessoas nas rodoviárias de Campos dos Goytacazes e Itaperuna, no Norte e Noroeste Fluminense. Justamente em dois dos terminais rodoviários operados pela viação 1001 – que aproveitou o feriado prolongado para pôr em ação um esquema especial de operação, na última semana de março. Desde a quarta-feira (23), as estações do Shopping Estrada e Roberto Silveira do município de Campos tiveram um reforço na frota municipal da companhia 1001. Foram disponibilizados aos usuários 20 ônibus extras, com partidas para várias cidades cariocas e até a capital.

No total, a auto viação com sede no Rio de Janeiro operou com 203 veículos. Só na quinta, cerca de 80 ônibus saíram de Campos dos Goytacazes, com atendimento a um fluxo rodoviário de mais de sete mil pessoas. Quem se livrou do sofá em pleno feriado preferiu visitar até a capital, abordo de um dos 68 veículos da companhia rodoviária. Deste montante, 11 eram extras. O município de Macaé também foi muito procurado no feriado prolongado de Páscoa, e exigiu da rodoviária de Campos uma manobra para disponibilizar pouco menos de 100 linhas, durante o final de semana.

As viagens de ônibus com destino a Região dos Lagos ocuparam oito unidades extras, em 27 veículos operantes. Nesta época do ano, a procura por destinos do Noroeste carioca tem agradado mais os usuários. Tanto é que a própria 1001 levou para a rodoviária mais de 50 veículos extras para compor mais de 200 linhas rodoviárias, durante a Semana Santa. Os veículos foram responsáveis pelo fluxo de mais de 10 mil passageiros. Na rodoviária de Itaperuna, o trajeto com destino ao Rio de Janeiro, cidades da Região dos Lagos e localidades mais próximas foi realizado através de 150 ônibus equipados com poltronas reclináveis, sanitários e outras regalias.

 

Viação 1001 disponibilizará 100 ônibus extras no Carnaval

Carnaval 2016A viação 1001, companhia de ônibus responsável pelo transporte rodoviário nos municípios cariocas de Campos dos Goytacazes, e Itaperuna, vai ampliar a frota de veículos para atender a demanda de passageiros, durante o feriado de Carnaval. Cerca de 100 novos veículos partirão dos terminais rodoviários da região Norte e Noroeste do Rio de Janeiro para diversos destinos, a partir de quinta (4). Até o final de semana, a rodoviária de Campos dos Goytacazes, que já conta com 323 veículos rodoviários, receberá um reforço de 94 ônibus, que partirão das rodoviárias do Shopping Estrada e Roberto Silveira para diversas cidades do estado, além da capital.

O terminal rodoviário da cidade espera receber mais de 10 mil pessoas, no período do feriado prolongado. O sábado deve ser o dia de maior movimentação, com 100 ônibus realizando o embarque das duas rodoviárias de Campos. A capital carioca é o destino mais procurado pelos foliões, neste Carnaval. Além do Rio de Janeiro, o município de Macaé e a Região dos Lagos terão os terminais movimentados. Só na capital, o passageiro poderá optar pelo assento em uma das 132 viagens, sendo que 62 delas serão extras. Já em Macaé, serão disponibilizados 115 ônibus enquanto que na Região dos Lagos, a previsão é de 52 ônibus circulando, sendo 27 extras.

A previsão de embarques em cidades do Noroeste do Rio de Janeiro é ainda maior do que no Norte do Estado. Só lá, a tendência é que mais de 250 ônibus estejam disponíveis para uso da população carioca. O número deve ser suficiente para atender uma demanda de mais de 10 mil passageiros. Quem embarcar pela rodoviária de Itaperuna poderá pesquisar o melhor itinerário entre 237 ônibus disponíveis. Haverá ônibus extras com horários especiais para o Rio de Janeiro e a Região dos Lagos. Apesar do número de linhas rodoviárias ser grande, é recomendável que a compra das passagens de ônibus seja antecipada.

Viação 1001 tem de regularizar embarque de Cabo Frio a Niterói

Museu Niemeyer em Niterói.

Museu Niemeyer em Niterói.

O tempo de espera entre os ônibus rodoviários da viação 1001 que ligam a cidades cariocas de Cabo Frio a Niterói, não deve ultrapassar 60 minutos. Essa é a determinação que o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro obteve por meio de uma liminar. O documento obriga que a auto viação cumpra os embarques da rodoviária Novo Rio, para determinada rota, com intervalos de até uma hora. Ajuizada pela Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva de Defesa do Consumidor e do Contribuinte de Niterói, a medida tem validade para todos os coletivos enquadrados na classe A, ou seja, aqueles que não possuem roleta. Através de um inquérito cívil, o órgão fiscalizador pôde apurar que a companhia 1001 estava intercalando os ônibus com embarques da capital a Niterói, retardando o intervalo das viagens rodoviárias para o trajeto na Região dos Lagos do Rio, a mais de duas horas.

Com a lei em vigor, os ônibus deverão iniciar sua jornada a partir das 06h30, com intervalos de uma hora entre as paradas. A viação 1001 chegou ser autuada pela prática de seção, por utilizar do mesmo veículo que faz o trecho do Rio de Janeiro a Cabo Frio para transportar passageiros em Niterói. Para a ação, a prática é ilegal já que o percurso entre as duas cidades cariocas foi estabelecido por meio de uma linha própria, a qual os intervalos devem ser respeitados.

Para a justiça, a prática de seção ocasiona em atrasos nas viagens, já que os veículos rodoviários não partem de Niterói, como deveriam. A artimanha também torna o trajeto mais longo, porque os passageiros que embarcam pelo terminal do Rio são obrigados a aguardarem o embarque de quem sai de Niterói com destino a Cabo Frio. A companhia rodoviária se apega na justificativa de quem vem disponibilizando diariamente sete horários de ônibus além do que é previsto na liminar. Autuada, a viação 1001 disse que pratica 20 horários diários entre Niterói e Cabo Frio e que irá ajustar os 13 horários oficiais previstos na linha conforme determina a liminar. Os veículos também foram fiscalizados e passaram no teste.

 

Companhia de Viação 1001 viagens tem mais reclamações

 

 Reclamações Viação 1001

A Companhia de Viação 1001 viagens é uma das empresas de transporte público que mais recebeu reclamações de seus usuários no último ano. Os atrasos nas linhas por onde opera e os reajustes cobrados nas tarifas de seus ônibus são os motivos mais contestados por quem vive utilizando os serviços da empresa que já completou 65 anos de existência. Por causa das reclamações, a Auto Viação 1001 virou tema de uma audiência pública no Rio de Janeiro. A Alerj – Comissão Permanente de Transportes da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro foi quem promoveu o encontro entre os passageiros e responsáveis pela concessionaria carioca. A reunião pública informal aconteceu na terça-feira, dia 11 de junho, às 10h30, na sala 316 do Palácio Tiradentes, sede da comissão, e serviu como ambiente de debates sobre os serviços prestados pela Viação 1001.

O deputado estadual Roberto Henriques, do PSD, foi quem fez o pedido para que a audiência acontecesse. Os coletivos de viagens da empresa 1001 passagens são os mais rodados pelo Estado. Segundo informações da própria companhia, a Viação 1001 é a maior operadora entre as linhas que ligam as cidades de Rio de Janeiro e São Paulo. Ela também atende os trajetos em diversas regiões do Estado e outros municípios como é o caso do Norte Fluminense para a capital carioca, por onde tem privilégio exclusivo. As cidades de Macuco, Cordeiro, Cantagalo, Bom Jardim e Nova Friburgo também são atendidas pela companhia de transporte rodoviário na região da Serra.

Durante a audiência, problemas como preços das viagens e até a conservação e o conforto dos expressos foram apontados. O Detro RJ – Departamento de transportes rodoviários do Rio de Janeiro, órgão capaz de conceder e fiscalizar os coletivos, representantes da empresa e passageiros participaram do debate. De acordo com alguns passageiros, a Auto Viação não cumpre todos os horários previstos por lei e nem oferece um transporte em boas condições para uso. A empresa de veículos públicos se difere da concorrência com acessos facilitados para compra das passagens na internet e Salas Vips em terminais de Novo Rio, Niterói, São Paulo, Campos dos Goytacazes e Florianópolis.