Viação 1001 leva passageiros até hotel em Búzios

viagem rodoviáriaCompre suas passagens de ônibus com a viação 1001 e faça check-in, sem pegar um táxi da rodoviária de Búzios até o hotel. Quem desembarca no Rio de Janeiro, através do Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro-Galeão pode contar com os serviços rodoviários de uma das maiores operadoras do Brasil, para chegar até o município de Búzios, na Região dos Lagos. Além de fazer o embarque dos passageiros direto do Galeão, a companhia de ônibus 1001 também viabiliza o transporte dos seus clientes, até o hotel, sem que ele paga mais por isso. O trajeto tem duração de três horas e pode ser reservado na internet, por meio de sites como o Quero Passagem. A passagem de ida custa em média R$ 65 e não há paradas no caminho.

Mudanças nas linhas intermunicipais de Niterói
A Zona Sul de Niterói recebeu mudanças nos pontos finais das linhas intermunicipais operadas pela viação 1001, devido as obras da Via TransOceânica. Em vigor desde o dia 19 de abril, as paradas foram transferidas em cerca de 70 metros à frente, para liberar os trechos que receberão as obras.

Saiba quais as linhas da 1001 foram transferidas para o novo Ponto:

  • 740D – Charitas x Copacabana
  • 750D – Charitas x Gávea
  • 2750D – Charitas x Gávea
  • 760D – Charitas x Galeão
  • 2760D – Charitas x Galeão
  • 775D – Charitas x Gávea (Via Lapa)
  • 1905D – Charitas x Castelo
  • 1910D – Integração Barcas (Charitas x Itaipú)

As linhas Charitas x Copacabana e Charitas x Gávea foram substituídas com ponto saindo da Rua Santo Cristo para a Avenida Cidade de Lima próximo a Rua Mendonça. O novo itinerário das linhas 1905D (Charitas x Castelo – via Ingá) e 2905D (Charitas x Castelo), no sentido Rio de Janeiro, também já está em vigor, incluindo a Avenida Rodrigues Alves, Túnel da Via Expressa, Avenida General Justo, Avenida Marechal Câmara, Avenida Franklin Roosevelt, Avenida Presidente Antônio Carlos e Terminal Menezes Côrtes, sentido Castelo.

JSL Logística pede reintegração de 170 ônibus à viação Kaissara

viacao-itapemerimA viação Kaissara terá de devolver os 170 ônibus rodoviários que foram alugados da JSL Logística. A reintegração de posse foi determinada pela juíza Adriana Bertier Benedito, da 36ª Vara Cível – Foro Central Cível de São Paulo, no dia 18 de maio. Com a decisão na justiça, a JSL Logística espera recuperar os veículos prestados a maior parte a companhia Itapemirim, no ano passado, para operação em linhas interestaduais. A juíza proibiu que a reintegração ocorresse enquanto os ônibus estiverem transportando pessoas. A JSL alegou na ação não receber os alugueis dos ônibus na data prevista, e ainda revelou que a companhia Kaissara estava atrasando impostos estaduais referentes aos veículos, o que poderia ocasionar em restrições para obtenção de linhas de crédito e financiamento de equipamentos voltados ao setor. Poderá haver intervenção policial, caso a reintegração não seja amigável.

Viação Itapemirim está em recuperação judicial

A Justiça do Espírito Santo aceitou o pedido de recuperação judicial da Itapemirim no dia 18 de março. A viação teve 60 dias para apresentar um plano de recuperação, com risco de falir, caso isso não acontecesse. Agora aguarda manifestação dos credores para continuar com a concessão de 50 linhas interestaduais, que ainda lhe restam. O processo foi protocolado dia 7 de março, na 13º Vara Cível Especializada Empresarial de Vitória, e integra as empresas Viação Itapemirim, Transportadora Itapemirim, ITA – Itapemirim Transportes, Imobiliária Bianca, Cola Comercial e Distribuidora e Flecha Turismo Comércio e Indústria.

Crise rodoviária

Contrária a própria decisão, a empresa do Espírito Santo decidiu procurar a justiça ao ver suas dívidas multiplicarem com a atual conjuntura economia vivida pelo país. Fundada pelo empresário Camilo Cola, em 1953, a Itapemirim é considerada a maior e mais antiga empresa de transporte rodoviário do Brasil. Diante dos reflexos negativos da crise, a companhia transferiu mais da metade de suas linhas rodoviárias à viação Kaissara, além de vender pelo menos 40% de sua frota, no ano passado. Atualmente, a empresa só tem 43% da operação de mercado em que operava antes da venda.

Viação Cometa é líder em parcelamento de passagens do RJ

parcelar passagemPara driblar a crise e ajudar os passageiros a viajarem de ônibus sem comprometer o orçamento no final do mês, a viação Cometa decidiu parcelar a maioria de suas passagens de ônibus, saindo do terminal Novo Rio, no Rio de Janeiro. A companhia de ônibus, administrada pelo Grupo JCA, é a campeã em parcelamentos rodoviários com linhas para o Rio de Janeiro, em um grupo formado por operadoras tradicionais, como a viação Útil, 1001, Kaissara e Sampaio. Os prazos variam de três a seis meses e também podem ser aproveitados por quem faz as reservas pela internet. O gerente Lukasz Gieranczyk da plataforma online, especializada na venda de passagens de ônibus, Quero Passagem, garante que o preço para quem compra à vista ou a prazo é igual. “Os parcelamentos que oferecemos no Quero Passagem, através do incentivo de nossas companhias credenciadas não possuem juros”, conta.

Quem está localizado na capital carioca e quer desembarcar no terminal de Poços de Caldas, em Minas Gerais, poderá parcelar a passagem rodoviária em até seis vezes de aproximadamente R$ 17. Se o destino for Belo Horizonte, também é possível pegar pelo serviço em seis vezes, sem juros. Para esta linha, a companhia de ônibus cobra cerca de R$ 95, ou seis parcelas de R$ 16. O mesmo trajeto pode ser feito pela viação Útil, por um preço mais acessível, porém, a empresa só parcela o bilhete em três vezes. A companhia Útil também transporte passageiros do Rio de Janeiro até Brasília, Guarulhos, Ouro Preto, Juiz de Fora e Aparecida do Norte em passagens parceladas para três meses.

Auto Viação 1001
A companhia de ônibus 1001 é outra empresa com várias linhas no estado carioca, que gosta de oferecer a opção de parcelamento para seus clientes. Quem viajar de ônibus pela empresa para destinos como São Paulo, Cabo Frio (RJ) e Nova Friburgo (RJ) poderá pagar os bilhetes rodoviários em até seis vezes, no cartão de crédito.

Viação Águia Branca completa 70 anos com 800 unidades na frota

viação aguia brancaFormada por ônibus da marca Mercedes-Benz, a frota da viação Águia Branca conta com cerca de 800 unidades para o transporte de passageiros, sob linhas intermunicipais e interestaduais. Essa é a soma de veículos que estão à disposição da empresa que completa neste ano, sete décadas de operação. Do total, 590 são ônibus rodoviários RSD 6×2 ideias para viagens de longa distancia, com segurança, conforto e performance atrelada a economia de operação. No dia 15 de dezembro, a companhia de ônibus líder no Espírito Santo adquiriu 34 unidades da Marcopolo, sendo oito ônibus do modelo Paradiso 1800 Double Decker, duas do Paradiso 1350, o ônibus mais moderno já em circulação no país, além de 24 unidades do famoso Paradiso 1200.

Paradiso 1800 DD – Montado com chassis Mercedes-Benz O 500 RSDD 8×2, os ônibus Paradiso 1800 DD têm duas classes de serviço e possuem 44 poltronas semileito no piso superior e seis leito-cama no piso inferior. Os veículos são equipadas com sistema wi-fi e tomadas USB individuais em cada poltrona. O modelo também conta com tomada de energia elétrica, filme e música a bordo.

Paradiso 1350 – A capacidade máxima para transportar passageiros no Paradiso 1350 é de 35 lugares, sendo que 28 poltronas correspondem ao semileito com descansa-pés, o restante é ocupado com poltronas leito. Também há sinal de internet gratuito para os usuários, tomadas USB individuais e tomadas padrão, e sistema multimídia com DVD. Os ônibus possuem sanitário, cinto de segurança retrátil, porta-copos, porta-revistas, ar-condicionado, e parede de separação na cabine do motorista. As portas são pantográficas com travamento automático e pneumático

Paradiso 1200 – O mais tradicional entre as empresas de ônibus do Brasil, o modelo tem chassis Mercedes-Benz O500 RSD, com capacidade para 44 poltronas semileita com descanso para as pernas.

Fique Sabendo!
Classificados como veículos da Geração 7, os ônibus adquiridos recentemente pela viação Águia Branca garantem baixo custo nas operações rodoviárias, com máxima resistência e rendimento. Todos os modelos são equipados com iluminação de LEDs no interior dos veículos, além de sistema individual de climatização.

Expresso Guanabara renova frota para linhas no Ceará

viação Expresso GuanabaraA viação Expresso Guanabara e outras oito empresas de ônibus estão renovando sua frota com ônibus de carroceria Marcopolo para atender passageiros no Estado do Ceará. Os veículos dos modelos Ideale, Paradiso 1200, Senior Turismo, Senior Urbano e Torino foram fabricados pela Marcopolo no final de março e já estão sendo entregues para as auto viações. Em breve, 107 novas unidades estarão em circulação pelas linhas intermunicipais e interestaduais que fazem ligação com a capital do Ceará. Além da viação Expresso Guanabara, as companhias rodoviárias Auto Viação Dragão do Mar, Auto Viação Fortaleza, Auto Viação Metropolitana, Expresso Novo Maranguape Transporte, Maraponga Transportes, Organização Guimaraes, Vega S/A Transporte Urbano e Viação Urbana desembolsaram uma boa quantia financeira para melhorar o serviço rodoviário na região nordeste do Brasil. As novas unidades também serão destinadas ao atendimento do transporte urbano de Fortaleza.

As auto viações que atuam na região nordeste do país estão entre o grupo de operadoras que mais investem na renovação da frota. A maioria das empresas de ônibus possuem programas de melhorias na qualidade dos serviços e no atendimento, garantindo os itens de segurança exigidos por contrato. A expansão na compra de novos coletivos também se dá a necessidade de implantação de aparelhos de climatização dentro dos ônibus urbanos da capital do Ceará. Por lei, os veículos que circulam na cidade são obrigados a estarem equipados com ar-condicionado. A medida obrigou as operadoras a investirem em novas tecnologias para se adequar as exigências, sem comprometer as margens de lucro subsidiadas na venda das passagens de ônibus e nos incentivos oferecidos pelo governo. Com a renovação, os passageiros poderão viajar de ônibus com mais conforto, segurança e bem-estar, em uma das regiões mais quentes do Brasil. Dos 107 ônibus adquiridos pelas empresas, 78 são do modelo Torino, o mais procurado pelas operadoras.

Ônibus Torino
Fabricado pela empresa Marcopolo, é um ônibus utilizado em viagens urbanas. É o primeiro da categoria a utilizar lâmpadas em LED, sendo um dos modelos mais antigos em circulação no Brasil.

Viajar com a viação Garcia é mais barato do que andar de avião

viação GarciaBastou o feriado chegar para que seus planos de ficar em casa se tornem coisa do passado. Como resistir ao dia de folga, longe da melancolia e mesmice vivida sob quatro paredes? E o pior, como fazer as malas sem comprometer o orçamento no final do mês? Quem viajou no último feriado prolongado, abordo da viação Garcia tem a resposta. Segundo levantamento feito por uma agência de turismo online, a companhia rodoviária comercializou passagens de ônibus até seis vezes mais barato do que as companhias áreas, para o mesmo trajeto. Sorte para quem estava no Rio de Janeiro e queria desembarcar em Londrina, sede onde fica a empresa rodoviária.

Para este trajeto, a auto viação cobrou uma taxa de aproximadamente R$ 400, com o bilhete de volta garantido, enquanto que para voar ao mesmo destino, o valor era superior a R$ 1 mil, ou seja, uma diferença econômica de mais de 150%. A altercação de preço se estendeu para vários outros trechos operados pela companhia Garcia, a exemplo da rota entre Curitiba e Maringá. O trajeto custa em média R$ 215 de ônibus e sai pouco mais de R$ 1.300 se o turista preferir ir de avião. Além de serem mais baratos, com os bilhetes rodoviários não há susto. O valor é fixado anualmente, raramente sobe e assim é possível se programar com menos antecedência do que no setor área, sem correr o risco de pagar mais caro por isso.

Quem sempre viajou nas nuvens, admite que não dá mais para optar pelo serviço aéreo só pelo tempo da viagem. “A diferença de preço entre os serviços é muito grande. Por isso, não vale mais a pena deixar de economizar tanto para reduzir o tempo da viagem. Com a crise financeira, o primeiro item é o preço”, explica Juliano Ronam, microempresário que reside em Santa Catarina. Dos últimos quatro anos, optar pelas companhias de ônibus é certeza de praticidade e conforto. A maioria das classes de ônibus oferecem serviços de ótima qualidade, com internet sem fio, frigobar e TV com DVD.

Justiça do ES pode decretar falência à viação Itapemirim

viação ItapemirimA Justiça do Espírito Santo deu prazo de dois meses a viação Itapemirim para apresentar um plano de recuperação judicial sobe as dívidas que tem. Fazem parte do processo protocolado no dia 7 de março, as empresas Viação Itapemirim, Transportadora Itapemirim, ITA – Itapemirim Transportes, Imobiliária Bianca, Cola Comercial e Distribuidora e Flecha Turismo Comércio e Indústria. Se a companhia de ônibus mais antiga do Brasil não apresentar o documento dentro do prazo ou tiver reprova do plano por parte de seus credores, o juiz da 13º Vara Cível Especializada Empresarial de Vitória poderá decretar falência da empresa.

O prazo para que os credores possam se manifestar e aprovar o plano é de 180 dias. Segundo a auto viação, o prazo estipulado será suficiente para elaborar o plano de recuperação que a empresa precisa para convencer os credores a seguir com as cobranças em frente. O pedido de recuperação judicial comprova que a empresa fundada por Camilo Cola, em 1953, não tem recursos próprios suficientes para quitar suas dividas, já que o Brasil tanto quanto o modal rodoviário do país estão enfrentando uma crise financeira muito instável para ampliação dos empreendimentos. Já com problemas financeiros, no meio do ano passado a Itapemirim abriu mão de 40% de seus veículos e transferiu pelo menos metade de suas linhas em operação para a companhia de ônibus Kaissara.

Com a fusão aprovada pela ANTT, a companhia Itapemirim deixou de operar em 68 rotas das 118 que tinha direito. Com apenas 50 linhas rodoviárias em atuação, a viação passou a trabalhar com apenas 43% de sua capacidade de venda e operação. Com a queda no volume de passageiros, entre os últimos cinco anos, a companhia Itapemirim não foi capaz de suportar a inflação que encareceu o preço dos pneus, combustível, pedágio e das manutenções periódicas em sua frota. Para o diretor de operações da empresa, a falta de reajuste no preço das viagens de ônibus interestaduais e a expansão das políticas de gratuidades (estudantes, idosos) também prejudicou as finanças de uma das maiores empresas de transporte rodoviário do Brasil.

Viação 1001 opera com ônibus extras durante a Páscoa

viação 1001O feriado santo comemorado desde a sexta-feira (27) reuniu milhares de pessoas nas rodoviárias de Campos dos Goytacazes e Itaperuna, no Norte e Noroeste Fluminense. Justamente em dois dos terminais rodoviários operados pela viação 1001 – que aproveitou o feriado prolongado para pôr em ação um esquema especial de operação, na última semana de março. Desde a quarta-feira (23), as estações do Shopping Estrada e Roberto Silveira do município de Campos tiveram um reforço na frota municipal da companhia 1001. Foram disponibilizados aos usuários 20 ônibus extras, com partidas para várias cidades cariocas e até a capital.

No total, a auto viação com sede no Rio de Janeiro operou com 203 veículos. Só na quinta, cerca de 80 ônibus saíram de Campos dos Goytacazes, com atendimento a um fluxo rodoviário de mais de sete mil pessoas. Quem se livrou do sofá em pleno feriado preferiu visitar até a capital, abordo de um dos 68 veículos da companhia rodoviária. Deste montante, 11 eram extras. O município de Macaé também foi muito procurado no feriado prolongado de Páscoa, e exigiu da rodoviária de Campos uma manobra para disponibilizar pouco menos de 100 linhas, durante o final de semana.

As viagens de ônibus com destino a Região dos Lagos ocuparam oito unidades extras, em 27 veículos operantes. Nesta época do ano, a procura por destinos do Noroeste carioca tem agradado mais os usuários. Tanto é que a própria 1001 levou para a rodoviária mais de 50 veículos extras para compor mais de 200 linhas rodoviárias, durante a Semana Santa. Os veículos foram responsáveis pelo fluxo de mais de 10 mil passageiros. Na rodoviária de Itaperuna, o trajeto com destino ao Rio de Janeiro, cidades da Região dos Lagos e localidades mais próximas foi realizado através de 150 ônibus equipados com poltronas reclináveis, sanitários e outras regalias.

 

Gontijo registra aumento de 30% na venda de passagens na Páscoa

páscoa 2016Por causa do feriado de Páscoa, a companhia de ônibus Gontijo registrou aumento de pelo menos 30% no número de passagens rodoviárias vendidas na rodoviária de Três Lagoas, em Mato Grosso do Sul. A empresa rodoviária atende a população da cidade através de duas linhas interestaduais com destino a Recife, em Pernambuco e Belo Horizonte, Minas Gerais. Apesar do aumento na procura pelo serviço, a companhia de ônibus garante que não será necessária a inclusão de veículos extras para atendimento dos passageiros, entre o período de 24 a 28 de março, data que se comemora a Páscoa. O feriado prolongado também deve aumentar o fluxo de passageiros em busca de bilhetes rodoviários para linhas interestaduais e intermunicipais, operadas por outras auto viações que atuam na cidade, já que algumas linhas de ônibus pouco acionada no local, chegam a dobrar o número de reservas.

Viação São Luiz
Quem quer desembarcar em São José do Rio Preto, no interior de São Paulo, ou chegar a capital Campo Grande, pode contratar os serviços da empresa São Luiz. A companhia de ônibus espera dobrar o número de reservas em suas principais linhas oferecidas no terminal de Três Lagoas. A rota rodoviária com destino a Campo Grande é a mais procurada pelos usuários. Para dar conta da demanda, durante a Páscoa, a viação São Luiz irá disponibilizar sete horários de ônibus diários para as linhas rodoviárias com destino a São José do Rio Preto (SP), Campo Grande (MS), assim como o trajeto que liga a cidade até o estado de Goiás. Há também possiblidade da companhia disponibilizar ônibus extras, caso o fluxo de passageiros aumente mais do que o esperado. A empresa de ônibus garante que o número de reservas antecipadas em feriados prolongados vem subindo nos últimos anos, inclusive para passagens de volta. O terminal rodoviário de Três Lagoas também conta com os serviços da companhia Reunidas para operação em linhas de longa distância. Como as concorrentes, a empresa rodoviária aguarda aumento nas vendas de passagens de ônibus entre os próximos dias.

Viação Piracicabana assume linha da viação Cometa em Americana

linhas rodoviáriasA viação Piracicabana assumiu no mês passado, a operação das linhas: “Piracicaba-Campinas, Piracicaba-Paulínia, Limeira-Americana e Piracicaba-Americana”, antes atendidas pela companhia Cometa. A mudança faz parte de uma troca de operações entre as duas empresas rodoviárias controladas pelo menos grupo administrativo. A transferência das linhas aprovada pela Agência de Transporte do Estado de São Paulo – Artesp não irá interferir na qualidade do serviço, antes oferecido pela Cometa. A viação Piracicabana manteve os mesmos horários de ônibus e a categoria entre os trechos, para que não haja nenhuma alteração na operação entre as linhas que envolvem o município do interior de São Paulo.

O JCA – grupo que comanda as atividades das companhias garantiu que a nova auto viação tem infraestrutura suficiente para atender todas as demandas no usuário que viaja por uma das respectivas linhas. Quem já havia reservada a passagem rodoviária com a Cometa, antes da mudança acontecer, poderá embarcar normalmente em um dos veículos da viação Piracicabana. Os preços das passagens de ônibus para as linhas interestaduais também não devem mudar. A expectativa dos funcionários que trabalhavam com a viação Cometa, é de que haja um remanejamento para a nova empresa e que os profissionais sejam mantidos em suas funções.

Viação Cometa passa operar em linha de São Roque a São Paulo

A linha que ligava o município de São Roque a São Paulo, operada pela viação Piracicabana foi transferidas para a viação Cometa, em fevereiro. Com a mudança, os veículos da nova companhia passam por Araçariguama, São João Novo e Osasco, até chegar a capital. A troca só é válida em linhas interestaduais, e por isso, o trajeto entre a rodoviária de São Roque e os municípios vizinhos de Cotia, Itapevi e Araçariguama continuam sobe regime da viação Piracicabana. Os horários de ônibus e pontos de parada não sofreram alteração. As passagens rodoviárias reservadas com a auto viação antes da mudança, também estão sendo aceitas pela Cometa. A troca entre as linhas foi feita de forma amigável entre as empresas com objetivo de melhorar o atendimento aos passageiros, e viabilizar o trajeto das empresas, com relação a suas localidades.